Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -
Domingo, Outubro 24, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Chamusca | Associação Eco Parque do Relvão prepara novo encontro sobre economia circular

A Associação Eco Parque do Relvão (AEPR), na Chamusca, está a organizar um novo evento “onde será destacado o papel dos agentes locais na transição para a economia circular através da promoção de ações de nível regional e local”, refere a organização em comunicado,

- Publicidade -

O encontro “Agendas Locais 2018 – Gestão de Recursos”” acontece no dia 3 de outubro, “após o sucesso da 1ª Edição” realizada a 24 de maio, e nele serão abordados quatro temas-chave: Papel dos Agentes Locais na transição para a Economia Circular, Modelos de Cooperação Regionais, Comunidades de Energia e Fatores de Competitividade Regionais.

Segundo Domingos Saraiva, CEO da AEPR, “estas ações pretendem ser iniciativas definidas e assumidas pelo conjunto de agentes governativos, económicos e sociais, regionais e/ou locais, que incorporam o perfil económico local e o valorizam na abordagem aos desafios sociais”.

- Publicidade -

A participação das comunidades incubadoras dos politécnicos da região, “reforça esta rede de conhecimento/investigação/inovação em construção, identificando oportunidades e sinergias para os membros avançarem coletiva ou individualmente”, realça o responsável.

O evento proposto constitui, para a organização, “um fórum privilegiado para esta discussão, aproveitando o mote que é dado pelo Eco Parque do Relvão. Neste campo, a dinamização de modelos de cooperação entre grupos de interesse locais e regionais pode fazer a diferença”.

Os promotores acreditam que “a proximidade, a confiança, os objetivos comuns, a familiaridade, contribuem para que barreiras possam ser transpostas, pela dinamização de iniciativas com objetivos e resultados práticos importantes”. E dão como exemplos, “redes de eficiência energética e material, ou o desenvolvimento e teste de eco-inovações, iniciativas essas que devidamente acompanhadas e monitorizadas podem gerar uma projeção importante – nacional e internacional – com ganhos competitivos importantes para todos os agentes envolvidos”.

O evento a realizar no Cine-Teatro da Chamusca, conta com a parceria da Câmara Municipal da Chamusca e da Associação Empresarial NERSANT.

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome