Chamusca | Assembleia Municipal aprova voto de pesar pelas mortes na Herdade da Galega e na Resitejo

Assembleia Municipal da Chamusca. Foto: mediotejo.net

A Assembleia Municipal da Chamusca aprovou, na sessão do dia 21, um voto de pesar pelas quatro mortes registadas em acidentes de trabalho no final de janeiro e início de fevereiro, na Herdade da Galega e na Resitejo. O voto de pesar apresentado pela bancada da CDU, através da eleita Carla Magalhães, mereceu aprovação unânime.

PUB

PUB

“Não haverá morte mais ingrata, injusta e inesperada do que aquela que ocorre em ambiente de trabalho, daqueles que trabalham para viver e acabam mortos a trabalhar”, lê-se no texto do documento.

A Assembleia decidiu enviar a sua “solidariedade e a mais sinceras condolências aos familiares, amigos e colegas de trabalho destas vítimas mortais”.

PUB

No dia 27 de janeiro, um trabalhador de 51 anos de idade, funcionário da Resitejo – Associação de Gestão e Tratamento dos Lixos do Médio Tejo, localizada na Carregueira, morreu vítima de acidente de trabalho.

A 1 de fevereiro, na Herdade da Galega, foram três pessoas que morreram, quando uma das vítimas procedia à limpeza de uma fossa, havendo ainda a registar um ferido grave.

PUB
APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser), através do IBAN PT50001800034049703402024 (conta da Médio Tejo Edições) ou usar o MB Way, com o telefone 962 393 324.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here