Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Setembro 19, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Chamusca acolhe seminário dedicado ao negócio no setor dos resíduos

A Associação Empresarial de Santarém e a Câmara da Chamusca promovem hoje um seminário dedicado ao setor dos resíduos, reunindo especialistas para refletir sobre economia circular, questões ambientais e desenvolvimento regional gerado da resposta a um problema nacional.

- Publicidade -

Maria Salomé Rafael, presidente da Nersant (Asssociação Empresarial da Região de Santarém), disse à agência Lusa que este será o primeiro encontro de um evento que se pretende que passe a ser anual, surgindo num momento em que estão disponíveis fundos comunitários para este setor, nomeadamente através do programa Horizonte 2020 (650 milhões de euros) e dos fundos estruturais (5,5 milhões de euros).

O encontro acontece no cineteatro da Chamusca, concelho que há uma década apostou na indústria dedicada ao reaproveitamento de resíduos como matéria-prima e que acolheu os dois únicos centros existentes no país para receber e tratar resíduos industriais perigosos.

- Publicidade -

Reconhecendo que o anterior presidente da Câmara da Chamusca, Sérgio Carrinho, “teve visão” ao perceber que podia criar emprego e desenvolvimento através de produtos que têm que ser transformados e que “mais ninguém queria”, Salomé Rafael afirmou que é preciso juntar a investigação e o conhecimento para aproveitar os fundos disponíveis e “fazer melhor”.

Este primeiro encontro, que contará na abertura com a presença do secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, tem como tema “Agendas Locais para a Gestão dos Recursos”, visando analisar como ações locais podem responder a desafios nacionais.

Tendo em conta que no Eco Parque do Relvão se encontram “importantes infraestruturas de valorização de recursos e tratamento de resíduos com elevado potencial de geração de riqueza e emprego para a região”, o seminário começa com “uma abordagem macro associada ao contributo do setor dos resíduos para o desenvolvimento regional na vertente social, económica e ambiental”, analisando igualmente “as oportunidades que não estão a ser capitalizadas por falta de investimentos determinantes”, nomeadamente nas acessibilidades.

Ao longo do dia vão estar em análise também questões como a sustentabilidade financeira do setor dos resíduos, tendo em conta, nomeadamente, a redução da produção de resíduos, contrapartidas financeiras, estatuto de fim de resíduo, que estratégias de futuro estão a ser ponderadas pelos intervenientes.

Pela conferência passarão especialistas e entidades do setor, como Luís Nobre Guedes (ministro do Ambiente em 2004/2005) e o ex-secretário de Estado do Ambiente Paulo Lemos, o presidente do AgroCluster do Ribatejo, Carlos Lopes de Sousa, os vice-presidentes das comissões de coordenação e desenvolvimento regional do Centro, António Veiga Simão, do Alentejo, Pulido Valente, e de Lisboa e Vale do Tejo, Fernando Ferreira.

Luís Veiga Martins, Diretor Geral da Sociedade Ponto Verde (SPV), Ismael Gaspar, Presidente da Empresa Geral do Fomento (EGF), Paulo Graça, da Associação para a Gestão de Resíduos (ESGRA), Manuel Simões, do Cirver Ecodeal, empresa instalada no Eco Parque do Relvão, e Pedro Afonso de Paulo, da Associação das Empresas Portuguesas para o Setor do Ambiente (AEPSA), são algumas das personalidades convidadas.

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome