Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Outubro 17, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Cernache do Bonjardim | Comer caracóis com os mestres até este domingo

Está de volta à vila de Cernache do Bonjardim, no concelho da Sertã, mais uma edição da anual Feira do Caracol. O evento, com iguarias preparadas pelo Grão-Mestre da Confraria do Coracol, está a decorrer no jardim do Clube Bonjardim até este domingo, dia 29 de julho.
A ideia é que todos possam degustar as várias iguarias entre as 16h00 e as 24h00 que, segundo David Mendes, vice-presidente do Clube Bonjardim e um dos membros da organização, “são confecionadas pelo Grão-mestre da Confraria do Caracol, Belmiro Domingos”, um expert em caracóis que prepara 16 receitas distintas.
Há Caracol Tradicional Cozido, Caracol Frito, Caracol com Caril, Caracol à Criança, Caracol à Caçador, Caracol à Pescador, Caracol à Confrade, Caracol à Fernão de Magalhães, Caracol à Santo Nuno Álvares Pereira, Caracoleta Grelhada na Chapa, Caracoleta à Helicicultor, Escargot à Francesa, Feijoada de Caracoleta, Omolete de Caracol, Sopa de Caracol, e para gostos mais requintados um Fondue de Caracol.
Praticamente todas as variedades estarão disponíveis, sendo que as receitas mais elaboradas, caso do Fondue, terão de ser feitas por encomenda, indicou David Mendes.
Para as pessoas que prefiram outros petiscos típicos, poderão degustar desde a Bifana, ao Maranho, e ao trio Picarralho, Picarralhito e Picarralhão, entre outros, sempre acompanhado de boa e fresca bebida.
No dia 22 de julho, integrado no evento, decorreu o aniversário da cernachense Confraria do Caracol, criada em 2009 e que tem como patrono São Nuno Álvares Pereira.
Fonte: Clube Bonjardim

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome