Médio Tejo: Centro Hospitalar melhora indicadores

Centro Hospitalar do Médio Tejo confirma quatro casos de sarna em Tomar. Foto: DR

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) foi a instituição com maior percentagem de proveitos operacionais extra contrato-programa no primeiro semestre deste ano, segundo dados da Administração Central do Sistema de Saúde. Este indicador inclui, por exemplo, a faturação a seguradoras e outras entidades terceiras responsáveis. O aumento foi de 12,5 por cento, o maior nas 14 instituições de saúde que pertencem ao mesmo grupo do CHMT.

PUB

Lidera também o ranking das consultas externas hospitalares do Serviço Nacional de Saúde. No primeiro semestre deste ano o CHMT aumentou para 90 mil o número de consultas externas, isto apesar da falta de médicos.

Por isso, Carlos Andrade, presidente do Conselho de Administração do CHMT, destaca, em declarações ao mediotejo.net, “o empenho dos profissionais de saúde” e a “melhoria da organização interna”.

PUB

Outro indicador em que o CHMT ocupa uma boa posição é a de percentagem de receita cobrada. A instituição é a segunda num ranking de 14 unidades, com 63,8 por cento, 5 por cento acima do valor de referência.

Esta percentagem corresponde à receita que foi efetivamente cobrada até junho de 2016 em relação à receita total inscrita no Orçamento do Estado.

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here