PUB

Centro Hospitalar do Médio Tejo reabre Medicina Interna em Torres Novas

O Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT) abriu uma nova enfermaria de Medicina Interna na unidade Hospitalar de Torres Novas, com capacidade para 26 camas, um reforço que pretende alargar a Tomar, anunciou hoje a instituição.

PUB

O CHMT é composto pelas unidades hospitalares de Abrantes, Tomar e Torres Novas, no distrito de Santarém.

O conselho de administração disse à Lusa que “a reabertura desta enfermaria, no início do mês, reforça a capacidade de prestação de serviços clínicos do CHMT”, admitindo, no entanto, “persistirem constrangimentos de recursos humanos”, em particular relacionados com a escassez de médicos.

PUB

Ainda assim, a administração do centro hospitalar, que serve cerca de 250 mil habitantes, sublinhou que “manteve inalterada a lotação da unidade hospitalar de Abrantes”, único hospital do Médio Tejo que tinha a funcionar enfermaria de Medicina Interna, com 189 camas.

A administração disse ainda que a reabertura de Medicina Interna na Unidade hospitalar de Torres Novas “faz parte de um plano de prioridades cujo objetivo é reforçar toda a atividade médica e assistencial nas três unidades” do centro.

“O CHMT optou por não tomar uma atitude ‘salomónica’ e dispersar pelas três unidades hospitalares o número de camas de Medicina Interna que se encontram na unidade hospitalar de Abrantes”, destacou.

O centro hospitalar tem entre as suas prioridades o retorno da especialidade de Medicina Interna a Tomar, uma medida que “ainda não foi possível implementar pela sempre referida falta de médicos desta especialidade”.

Com a abertura da enfermaria em Torres Novas, todos os doentes residentes nesta cidade foram já transferidos da unidade hospitalar de Abrantes.

PUB
PUB
Agência Lusa
Agência de Notícias de Portugal
PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).