Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Agosto 6, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

CD Torres Novas : Considero que ficámos aquém do que pretendíamos (com áudio)

Nasceu na Meiavia há 34 anos, é casado e pai de uma menina. Pedro Miguel Lopes Monserrate é licenciado em Educação Física e tem o Nível II do Curso de Treinadores.

- Publicidade -

Completou a segunda época ao serviço do Torres Novas, onde conseguiu um quarto e um sexto lugar no Campeonato Distrital da 1ª Divisão.

No inicio da época a intenção seria terminar numa posição no mínimo igual á da época anterior. Várias vicissitudes levaram a que esse objectivo não fosse alcançado, como por exemplo ter estado mês e meio sem apoio na condução da equipa, não ter tido um relvado em grandes condições durante quase toda a época, a saída de alguns jogadores que não foram colmatadas, entre outros fatores.

- Publicidade -

Segundo Pedro Monserrate, quem está por dentro dos problemas com que o Clube se debateu ao longo da época, considera que a época acaba por ser positiva, no entanto, o treinador assim não considera.

Por motivos familiares e pessoais irá parar na próxima época, aproveitando também para enriquecer conhecimentos, esperando com isso voltar a treinar mais forte, mais conhecedor e mais capaz do que neste momento.

Como jogador Pedro Monserrate representou apenas o Operário Meiaviense. O percurso como treinador iniciou-se em 2008-2009, como treinador/jogador no emblema da Meiavia, ingressando, como adjunto de Nando Costa, em 2010-2011 no Riachense na antiga 3ª Divisão Nacional, onde venceu a Supertaça. Na época seguinte começa como adjunto nos alvi-negros, ainda na 3ª Nacional, mas em Novembro é convidado a assumir a função de Treinador Principal da equipa. Acaba por descer de divisão, mas em 2012-2013 leva os riachenses ao título distrital e a vencer a Supertaça. Na época 2013-2014, no Campeonato Nacional de Seniores, sai em Novembro, mas está apenas dois meses parado, pois em Janeiro assumo o comando do Amiense. Desde a época 2014-2015, até ao fim da época que agora termina, foi o treinador do Clube Desportivo de Torres Novas, onde conseguiu o Troféu Disciplina na época passada.

Pedro Monserrate e o balanço da época:

Perguntas rápidas:

1- Alguma equipa o surpreendeu ou encheu as medidas com o futebol que apresentou?

2- Alguma equipa que o tenha desiludido ou ficado aquém do que estava à espera?

3- Em termos individuais, pode apontar alguma figura do campeonato?

4- O melhor momento da época?

5- O pior momento da época?

6- No seu entender e pelo futebol jogado, Moçarriense, União Desportiva Abrantina e Rio Maior, foram efectivamente as equipas que mereceram descer de divisão?

7- Como avalia o desempenho da arbitragem nesta época?

A próxima época:

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome