Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Julho 29, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Castelo de Ourém: Elevador já é bom, mas teleférico seria melhor…

O município de Ourém conseguiu que um projeto para um pequeno elevador na vila medieval fosse aprovado em sede de Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), por forma a melhorar o acesso ao Castelo. O mediotejo.net foi tentar perceber se os estabelecimentos comerciais da antiga vila concordam com a ideia. Quem conhece o negócio admite as vantagens, mas defende que é preciso fazer ainda muito mais para dinamizar a envolvência do Castelo de Ourém.

- Publicidade -

Há cerca de um ano a velha calçada à entrada da vila medieval de Ourém foi trocada por uma nova, o que salvaguarda o acesso ao largo da Igreja Matriz em dias de chuva. Este trabalho é elogiado tanto por José Manuel, da “Ginjinha do Castelo”, como por José Espírito Santo, do “Café Bar Conde de Ourém”, os cafés mais tradicionais do monte do Castelo. Ainda assim a subida é íngreme e difícil para pessoas mais idosas, sobretudo quando vêm em grupos e os autocarros são obrigados a estacionar na base do monte, onde se encontra o parque de estacionamento próprio.

Questionados sobre se viam vantagens com a construção do elevador da Câmara de Ourém, projeto apresentado aos munícipes na assembleia municipal de 29 de abril, ambos se mostraram surpresos com a novidade. A estrutura terá como base o parque dos autocarros já existente (zona do depósito de gás) e subirá até ao largo da junta de freguesia de Nossa Senhora das Misericórdias.

- Publicidade -

José Manuel, do Café "Ginjinha do Castelo". foto mediotejo.net
José Manuel, do Café “Ginjinha do Castelo”. foto mediotejo.net

“A ideia é boa, mas devia ser da cidade de Ourém até cá acima”, defende José Manuel, recuperando a ideia antiga de um teleférico até à vila medieval. O comerciante comenta que este teleférico podia partir da zona do Intermarché ou do Centro de Negócios de Ourém, de forma a trazer assim mais pessoas ao monte. Um elevador já ajuda na subida à vila, mas é “uma coisa pequena” que não acredita que vá fazer grande diferença em termos de turismo. Vê porém vantagens no alargamento do parque de estacionamento.

O seu vizinho, José Espírito Santo, lembra que no mesmo sítio onde vão construir um elevador chegou a sugerir uma escada rolante. Mas a grande mais valia de uma obra desta natureza é o aumento de estacionamento, afirma. Muita gente não vai visitar o Castelo por causa da subida acentuada e da falta de lugares para deixar os carros. “O elevador é melhor que nada”, constata.

José Espírito Santo, do "Café Bar Conde de Ourém". foto mediotejo.net
José Espírito Santo, do “Café Bar Conde de Ourém”. foto mediotejo.net

O comerciante defende ainda que o município devia facilitar o licenciamento e recuperação de casas velhas na vila medieval, por forma a criar mais negócios e variar a oferta, escassa e pouco diversificada. Sugere também o melhoramento da sinalização para o Castelo, uma vez que muitos turistas chegam ao largo da Igreja Matriz e não se apercebem que há mais o que visitar.

Segundo o projeto do elevador, que o mediotejo.net consultou na Câmara de Ourém, a estrutura vai assemelhar-se à que existe junto ao Mercado de Coimbra, conforme imagem de destaque desta peça.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome