- Publicidade -

Sexta-feira, Janeiro 21, 2022
- Publicidade -

Câmara de Nisa exige medidas de combate à poluição do rio Tejo

A Câmara de Nisa (Portalegre) exigiu ao Governo medidas de combate à poluição do rio Tejo, alertando que desenvolveu recentemente ações de recolha de peixes mortos junto à Central Hidroelétrica da Velada.

- Publicidade -

Num comunicado publicado na página do município na Internet, a autarquia informa que enviou, “no início do mês de novembro”, um ofício ao ministro do Ambiente alertando a tutela para a necessidade de se proceder à “construção de uma solução válida, duradoura e sustentável” para elevar o rio Tejo.

O município, que é gerido pelo PS, recorda que segue políticas assentes num “forte pendor” de sustentabilidade ambiental, predominantemente na preservação e requalificação dos recursos hídricos e hidrominerais, situação que face ao exposto “não se coaduna” com os focos de poluição que são registados.

- Publicidade -

“Pela importância deste relevante recurso hídrico para o desenvolvimento sustentável do nosso concelho, o mesmo não se coaduna com os mais recentes focos de elevada carga de poluição – crime ambiental (previsto no Código Penal artº 278 e 279), que está a afetar o rio Tejo, principalmente a jusante de Vila Velha de Rodão, a qual tem provocado uma mortandade elevada de peixes”, lê-se no documento.

O município de Nisa acrescenta que “tudo tem feito” no sentido de identificar, denunciar e encontrar as soluções necessárias para a resolução deste “contínuo e persistente crime ambiental”, provocado por agentes poluidores e prevaricadores.

- Publicidade -

“Exigimos e defendemos, junto das autoridades competentes, medidas realmente efetivas e duradouras de combate à grave poluição que afeta o rio Tejo, porque a sustentabilidade do nosso território e das comunidades que nele habitam, só se coaduna com um rio vivido e com vida, em toda a sua plenitude”, lê-se no comunicado.

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome