Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Outubro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Breves | Cultura

Tomar | “Luz do Ártico” vai brilhar no NAC.2

- Publicidade -

A “Luz do Ártico” vai brilhar no Núcleo de Arte Contemporânea (NAC.2), localizado no edifício do Posto de Turismo, através da arte de Ricardo Cruz Filipe. A exposição de pintura integrada na comemoração do aniversário de José-Augusto França é inaugurada às 16h00 e fica patente até ao dia 31 de maio.

Ourém | Biblioteca transforma-se em coreto para receber teatro infantil

- Publicidade -

Capa do livro “Um Concerto no Coreto”. Foto: DR

A Biblioteca Municipal de Ourém transforma-se num coreto pelas 11h00 deste sábado, dia 17, durante o teatro musicado “Um Concerto no Coreto”. Helena Caetano e Marta Presume dinamizam o espetáculo dirigido a crianças com mais de 18 meses de idade e que tem como inspiração o livro com título homónimo, escrito pela oureense Nicha Alvim e ilustrado por Madalena Matoso, vencedora do Prémio Nacional de Ilustração 2018.

Ferreira do Zêzere | Jorge Roberto e Júlio Vitorino juntos no centro cultural

O Centro Cultural de Ferreira do Zêzere recebe “10 Histórias em Fados e Canções” a partir das 21h30 deste sábado, dia 17. O espetáculo junta em palco o poeta, cantor e compositor natural do concelho, Jorge Roberto, e a música do acordeão de Júlio Vitorino, ligado ao projeto Fado&Acordeon.

Sertã | Pequenada procura gato escondido na biblioteca municipal

Espetáculo “Afinal… o Gato?”, na Sertã. Foto: DR

A leitura é promovida na Biblioteca Municipal Padre Manuel Antunes a partir das 11h00 deste sábado, dia 17, com o espetáculo “Afinal… o Gato?”. A peça produzida pela Andante Associação Artística leva as crianças entre os 3 e os 5 anos a procurar um gato escondido com a ajuda da poesia de Fernando Pessoa, a música de Joaquim Coelho e a imagem de Mafalda Milhões.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome