Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Outubro 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Breves | Cultura

Constância | Carrilhão itinerante LVSITANVS volta a ser sala de aula à beira-rio

- Publicidade -

O carrilhão itinerante LVSITANVS, da associação CICO – Centro Internacional do Carrilhão e do Órgão, volta a estacionar na margem ribeirinha esta sexta-feira, dia 28, para mais uma aula pública dos alunos da carrilhanista Ana Elias. O maior e mais pesado instrumento musical deste género no mundo é movido pelo lema “Divulgação do Carrilhão e do Órgão, da sua Música e da Arte de os Tocar” e os 63 sinos começam a ecoar junto do Anfiteatro dos Rios a partir das 15h00.

 

- Publicidade -

Alcanena | Biblioteca Municipal celebra aniversário com espetáculos e exposição

Biblioteca Municipal Dr. Carlos Nunes Ferreira. Foto: mediotejo.net

A Biblioteca Dr. Carlos Nunes Ferreira comemora o seu 16º aniversário esta sexta-feira, dia 28, e convida alunos e o público em geral para se juntarem à festa. O programa começa com o espetáculo-oficina de educação ambiental para estudantes do concelho “O Tempo que a Terra ainda não Esqueceu” com Dennis Xavier, às 09h30 e às 10h45, e para o resto da população reservou o espetáculo de teatro “Naturaleza Nacional” de Filipe Dias, às 18h30, e a exposição de fotografia “Jogos Florais”, que é inaugurada às 19h00 e fica patente até 30 de novembro.

 

Mação | Conversa sobre o Memorial da Companhia de Caçadores 1550

Volta-se a estar à conversa no Centro Cultural Elvino Pereira esta sexta-feira, dia 28, durante a sessão da tertúlia “À Conversa Com…” dedicada ao tema “O Memorial da Companhia de Caçadores 1550 (Guiné 1966 – 1968)”. José Marques Valente é o orador convidado e encontra-se com o público no auditório a partir das 21h00.

 

Entroncamento | Conheça o steampunk que move o novo Festival Vapor

O Festival Vapor arranca esta sexta-feira, dia 28, e o Museu Nacional Ferroviário acolhe o primeiro evento do género dedicado ao steampunk em Portugal. Não tem de levar o cabelo espetado e pode assumir-se como steampunker nas sessões de cinema, atividades infantis, palestras, duelos de chá, concerto dos Dead Combo e muito mais.

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome