Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

“Bendito feriado”, por Hália Santos

Quinta-feira é feriado! Ai é? Nem reparei. Talvez por isso não tivesse nada marcado na agenda. Vais fazer ponte? Nem pensei nisso. Não sou daquelas pessoas que no início do ano olham para o calendário para ver como podem aproveitar melhor os dias de férias, colocando um aqui e outro ali para fazer o máximo de fins de semana prolongados.

- Publicidade -

Mas é feriado porquê? É daqueles que o Governo voltou a dar. Os da Igreja. Ah, pois é! Qual? O da Nossa Senhora da Conceição? Não sei, não faço ideia. Vou aproveitar para passear. E na sexta? Conseguiste dar um jeitinho do trabalho? Acabou por acontecer, nem fui eu, mas proporcionou-se. Olha que bom! Eu vou ter que trabalhar porque não olhei para o calendário. Deixa lá, também não está tempo para ir para a praia. Mas há quem vá, os que moram lá perto.

Achas que, se for à net, ainda arranjo um pacote milagroso de promoções para me pirar por três ou quatro dias? Talvez, tenta. Mas olha, no sábado há uma coisa muita gira nas Grutas de Mira d’Aire. É a apresentação do Festival de Jazz de Minde. Se calhar, mais vale ficar pela região e ver o que está a acontecer. Ou posso ir dois dias e voltar. As portagens estão caras, mas as estradas estão boas. Liga aí a uns amigos. Vamos fazer uns programas. Graças a este feriado. É de quê mesmo? Não sei… Vou à net ver. E aproveito e procuro mais coisas para fazer aqui perto. O Médio Tejo está cheio de coisas a acontecer.

- Publicidade -

Diz ao pessoal. Vamos é olhar para o calendário do que aqui se passa e começar a planear as coisas para os próximos meses. Festival de Rock. Bons Sons. Materiais Diversos. E há mais! Vamos fazer um grupo no facebook da malta que quer aproveitar as coisas boas?

Vamos! Mas adiciona só o pessoal porreiro. Para chatices, já basta do dia a dia. Era giro voltarmos ao espírito de antes. Estás velha! Não estou nada! Quero é viver. Bendito feriado que nos fez falar destas coisas! É um feriado de quê, mesmo?

Professora e diretora da licenciatura em Comunicação Social da Escola Superior de Tecnologia de Abrantes (ESTA), do Instituto Politécnico de Tomar, doutorou-se no Centre for Mass Communications Research, da Universidade de Leicester, no Reino Unido. Foi jornalista do jornal Público e da Rádio Press. Gosta sobretudo de viajar, cá dentro e lá fora, para ver o mundo e as suas gentes com diferentes enquadramentos.
Escreve no mediotejo.net à quinta-feira.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome