Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 30, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

BASQUETEBOL: CNA – CDTN, Jogo emotivo até ao último segundo

9 de janeiro de 2016, 11 horas, Abrantes

- Publicidade -

Campeonato Distrital de Basquetebol – Sub12 Femininos

Clube Náutico de Abrantes 49 – Clube Desportivo de Torres Novas 46

- Publicidade -

_MG_3983

Jogo emotivo entre duas equipas que vão jogar para o título distrital da categoria, que conseguiram prender a atenção do público presente até ao último segundo do jogo. A incerteza no marcador foi uma constante, sendo a maior diferença num parcial obtida no último período pela equipa abrantina, o que lhe valeu a vitória no jogo.

Ambas as equipas “vivem” da maior capacidade técnica de algumas jogadoras. Neste aspeto e nesta partida, a equipa de Torres Novas que apresentou apenas 8 atletas, teve a oportunidade de ter mais tempo as suas melhores jogadoras em campo, uma vez que, o Náutico de Abrantes (desfalcado de uma das suas melhores unidades) ao inscrever 11 jogadoras na ficha de jogo, teve que as utilizar todas.

Destaques na equipa de Abrantes para Leonor Cristóvão, Matilde Simões e Rita Santos, ao passo que na equipa torrejana, destacamos as prestações de Débora Roque e Inês Inácio.

_MG_4001
Rita Santos (CNA) e Débora Roque (CDTN) agitaram o jogo das suas equipas.

_MG_4030
Leonor Cristóvão (à esquerda) conduziu muitas das iniciativas atacantes da sua equipa.

O jogo disputou-se sempre com constantes alternâncias no marcador. No primeiro período a vitória foi da equipa amarela por 11-14, tendo respondido o Náutico no segundo parcial com um 15-11, o que dava ao intervalo um 26-25 favorável à equipa da casa, deixando antever uma segunda parte disputada a bom ritmo e com incerteza no marcador. Foi o que sucedeu. O terceiro período foi ganho pelas visitantes por 12-15, num total de 38-40. Nos últimos dez minutos, a equipa de Abrantes foi mais consistente, arrancando um parcial de 11-6, o que deu um resultado final de 49-46.

Bom jogo de basquetebol, de um escalão ainda muito principiante na modalidade, mas que deu para ver jogadoras já com muitos bons fundamentos, preenchendo bem os espaços no terreno de jogo.

Nota final. Ao ritmo que estas partidas são disputadas e com a propensão em haver algumas confusões nas disputas das bolas, ter apenas um árbitro (quem nem é árbitro oficial/nomeado) parece-nos manifestamente pouco e ingrato para quem de boa vontade desempenha a função nestes jogos. Francisca Mendes, fez o que pôde e esteve globalmente bem.

Ficha de jogo

Pavilhão da Escola Solano de Abreu

Árbitro: Francisca Mendes

_MG_3981
Francisca Mendes, sozinha, conduziu um jogo disputado a grande velocidade.

Oficiais de Mesa: Ana Campos e Juliana Cristóvão

_MG_3982
Oficiais de Mesa, Juliana Cristóvão e Ana Campos.

Náutico de Abrantes

1º Período: Matilde Simões, Mariana Carvalho, Mariana Lourenço, Beatriz Bravo e Rita Santos

2º Período: Lara Jesus, Carina Alves, Carolina Nunes, Leonor Cristóvão e Sara Gomes

jogou ainda: Madalena Nunes

Treinador: Vasco Gonçalves

Seccionista: Paula Cristóvão

_MG_3974
Clube Náutico de Abrantes

CD Torres Novas

1º Período: Debora Roque, Ana Borges, Leonor Zuzarte, Inês Inácio e Carolina Evaristo

2º Período: Catarina Lopes, Ana Borges, Carolina Evaristo, Sara Marques, Maria João

Treinadores: Rui Simões e Francisco Rodrigues

_MG_3970
Clube Desportivo de Torres Novas

Parciais: 11-14; 15-11; 12-15 e 11-6

_MG_3989
Matilde Simões (CNA) e Inês Inácio (CDTN), atletas com boa estatura física que se fazem notar no jogo.

Tem 41 anos e uma profissão que tudo tem que ver com jornalismo e informação... Engenheiro Eletrotécnico. O gosto pela informação desportiva ganhou-o ainda criança com o pai e a mãe na rádio. A informação escrita é uma nova aventura. Acredita que o desporto é fator de promoção e desenvolvimento regional e de aproximação "das gentes", pelo que noticiá-lo é um imperativo. Praticou várias modalidades, foi treinador e árbitro de basquetebol. É casado e tem uma filha que o obriga a correr. Colabora na Antena Desportiva da rádio Antena Livre, sendo a rádio uma das suas maiores paixões.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome