Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Segunda-feira, Outubro 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Automobilismo | Médio Tejo recebe a mítica Baja de Portalegre a comemorar o 30º aniversário.

É já este fim de semana (27 e 28 de outubro) que os estradões do Médio Tejo acolhem os pilotos da emblemática prova de todo-o-terreno Baja de Portalegre, uma
organização do Automóvel Clube de Portugal, com o centro nevrálgico em Portalegre e incursões nos concelhos de Gavião, Abrantes e Ponte de Sôr.

- Publicidade -

A Baja 500 Portalegre foi a primeira competição de todo-o-terreno organizada em Portugal, em Junho 1987, com base na cidade de Portalegre. O Clube Aventura, liderado por José Megre, ex-piloto do Rally Dakar, tinha idealizado esta prova desde 1983, no entanto demorou cerca de 4 anos a concretizar a ideia, desde que obteve ajuda e autorização das autoridades locais.

Foi em 1982 que começaram as actividades de todo-o-terreno não competitivas em Portugal, com José Megre, juntamente com alguns amigos, a formar o Clube Todo-o-Terreno. Tendo participado no Paris-Dakar em 1982, 83 e 84 como um dos pilotos de fábrica da UMM, José Megre teve um enorme sucesso quando lançou a primeira Baja de Portalegre com o seu amigo, sócio e navegador do Dakar, Pedro Vilas Boas.

- Publicidade -

Os UMM ainda são presença habitual.

Efectivamente cerca de 100 carros e mais de 100 motos participaram na primeira Baja de Portalegre, então chamada Rali Maratona de Portalegre – Finicisa. A prova decorreu num circuito de 400km, percorrido duas vezes sem quaisquer interrupções. Fortes chuvas e muita lama tornaram a prova num enorme desafio para pilotos, carros e motos.

A segunda e a terceira edição viram o número de inscritos duplicado, mas foi na 4ª edição que foram atingidos os máximos de 250 carros e 450 motos. Entre vários abrantinos na lista de inscrições debutavam os jovens Carlos Assunção e Jorge Santiago em Portaro 360 montado e preparado pela MDF-Tramagal.

Carlos Assunção-Jorge Santiago em Portaro 360 na Baja de 1990.

Desde o primeiro ano, a prova das motos foi internacional, e disputada pelos melhores pilotos de Todo-o-Terreno do Mundo, tais como Serge Bacou, Thierry Charbonnier,
Gilles Lalay, Stephane Peterhansel, David Castera, Cyril Esquirol, Richard Sainct, Alain Perez, Thierry Magnaldi, entre outros.

No entanto, só em 1995 e 1996 é que um piloto estrangeiro venceu a Baja de Portalegre (Richard Sainct e Alain Perez, respectivamente). Em 2004 a presença do saudoso piloto escocês Colin McRae, numa Nissan Pick Up, levou a Portalegre cerca de 250 000 espectadores (segundo dados da Guarda Nacional Republicana).

Há muito que se sabia que a Baja Portalegre 500 de 2017 estava a despertar elevado interesse junto dos pilotos, com as inscrições nas diversas categorias a superarem
as expectativas. Agora, com as inscrições fechadas desde a semana passada e devidamente verificadas e aprovadas, é possível confirmar a participação de, nada mais, nada menos, que um total de 450 participantes.

No que toca aos Carros, são 105 as duplas que se vão apresentar à partida onde se encontram os nomes dos pilotos que vão também lutar pelo título de eNacional de
TT de 2017, nomeadamente Ricardo Porém, Alexandre Franco, Rui Sousa, Alejandro Martins e João Ramos.

Rui Sousa em Izuzu, terá uma palavra a dizer.

Já nas motos, o total ascende aos 345, com dois títulos em disputa. António Maio e Sebastian Bühler são dos dois nomes que mais se destacam dos 85 inscritos na
categoria Moto, não estivessem eles ainda a discutir o Campeonato.

António Maio procura revalidar o título de Campeão Nacional.

Também por decidir está o título dos SSV, com Bruno Martins e João Monteiro a serem os nomes que prometem despertar mais atenções de entre os 95 inscritos, não fossem
eles os únicos a poderem chegar ao ceptro.

Título por decidir também nos SSV.

Enquanto isso, nos Quads, e mesmo com tudo decidido, a prova do Automóvel Club de Portugal vai contar com um total de 41 participantes. Além destes, referência ainda
para os 111 inscritos nas Promo & Hobby e para os 13 jovens aspirantes a pilotos que vão alinhar em mais uma edição da Mini Baja.

Quads, com tudo resolvido no Campeonato, prometem dar luta a Beto Borrego.

Está assim tudo a postos para o que promete ser mais um emocionante final de temporada do Campeonato Nacional de TT com a presença dos melhores nomes da modalidade na cidade do Alto Alentejo para mais uma mítica Baja Portalegre 500.

O mediotejo.net irá acompanhar o desenrolar da prova através dos enviados especiais Jorge Santiago e David Pereira.

* Fonte: Automóvel Clube de Portugal
* Fotos: Arquivo de Jorge Santiago/mediotejo.net

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome