- Publicidade -

Terça-feira, Janeiro 18, 2022
- Publicidade -

Autárquicas/Vila de Rei | PS divulga candidatos à AM e às JF de Vila de Rei e Fundada

O PS de Vila de Rei divulgou esta sexta-feira, em comunicado, os cabeças de lista à Assembleia Municipal e às Juntas de freguesia de Vila de Rei e da Fundada. A CPC aprovou assim, por unanimidade, a candidatura de Carlos Martins Dias à Assembleia Municipal, bem como do atual vereador de oposição da CM Vila de Rei, Carlos Garcia, à Junta de Freguesia de Vila de Rei. Na Fundada, entra na corrida José Joaquim Pinto.

- Publicidade -

No comunicado enviado à redação do mediotejo.net, a CPC do PS de Vila de Rei refere que o candidato à Assembleia Municipal, Carlos Martins Dias, advogado de profissão, é licenciado em Direito pela Faculdade de Direito de Lisboa e com uma Pós-Graduação em Gestão e Fiscalidade, foi sucessivamente, técnico tributário e jurista no Ministério das Finanças, Consultor da União Europeia, representante de Portugal em diversos projetos de fiscalidade, designadamente para a reestruturação de Finanças Públicas da Guiné-Bissau e formador na área do direito fiscal e contencioso tributário. “Descendente de vilarregenses, sempre esteve muito próximo das suas gentes e da realidade do concelho, sendo também sócio da associação Casa dos Amigos do Pisão”, pode ler-se sobre o advogado.

Carlos Garcia (à esquerda), candidato à JF de Vila de Rei nas eleições autárquicas deste ano, acompanha Miguel Jerónimo desde 2013 na vereação socialista do executivo camarário de Vila de Rei, de maioria PSD. Foto: mediotejo.net

Já Carlos Manuel Meneses Garcia, atualmente vereador na Câmara Municipal de Vila de Rei (desde 2013), foi agente da PSP, profissão que exerceu durante mais de trinta anos. Está desde há muito tempo ligado a várias associações desportivas, culturais e recreativas do concelho, tendo sido também bombeiro voluntário em Vila de Rei e dirigente do Vilarregense FC. Segundo  a CPC o candidato “tem praticado uma política de proximidade com os vilarregenses e considerando a sua experiência como vereador, apresenta-se como o candidato certo para a presidência da Junta de Freguesia de Vila de Rei”, lê-se.

- Publicidade -

José Joaquim Pinto, reformado, é o nome apontado para a corrida pela Junta da Fundada, contando com longa carreira como empresário no ramo da Restauração. O PS de Vila de Rei considera que este “demonstrou uma forte capacidade de liderança e de dinamismo, tão necessários agora, para este novo desafio”.  Atualmente reside no lugar de Lagoa Cimeira, onde tem sido “grande dinamizador dos habituais almoços/convívios com os habitantes das Lagoas e do Monte Novo, tendo ainda feito parte de comissões de festas em Honra de Santa Margarida”, nota a mesma informação. A CPC refere que  pela “sua ligação e proximidade aos fundadenses, apresenta-se como o candidato certo para a presidência da Junta de Freguesia da Fundada”.

A Comissão Política do Partido Socialista de Vila de Rei salienta acreditar que estes candidatos, pelos seus percursos pessoais e pelas suas qualidades, irão conseguir fazer mais por Vila de Rei e pelos vilarregenses, conduzindo ao necessário desenvolvimento do concelho e ao bem-estar da sua população, termina a mesma informação.

- Publicidade -

O professor Luís Santos já havia sido anunciado como sendo o candidato do PS à Câmara Municipal de Vila de Rei, tendo a concelhia do partido anunciado a sua escolha por “unanimidade” para concorrer às autárquicas deste ano.

Licenciado em Engenharia, Luís Reis, 56 anos, militante socialista e professor de matemática na escola secundária de Vila de Rei, disse que a sua candidatura revela “preocupações ao nível social, economia e desertificação”, entre outras áreas, num programa autárquico que “será elaborado em definitivo após a auscultação da população, empresários e associações”.

 Nas eleições autárquicas de 2013, o PSD obteve 3 mandatos e maioria absoluta com 51,4% dos votos dos 2.967 eleitores inscritos. O PS, com 31,1%, elegeu dois vereadores

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome