- Publicidade -

Terça-feira, Janeiro 18, 2022
- Publicidade -

Autárquicas/Alcanena | PS de Fernanda Asseiceira confiante em repetir vitória

O PS de Alcanena reuniu no Pavilhão Multiusos na quinta-feira, 28 de setembro, cerca de 750 apoiantes da candidatura de Fernanda Asseiceira à Câmara Municipal. O jantar comício contou com a presença do Ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José Vieira da Silva, e um breve discurso do ex-presidente de Alcanena, Joaquim Henriques, que recordou as eleições de 1976. A confiança geral é que se repetirão as vitórias de 2013.

- Publicidade -

Na véspera do encerramento da campanha eleitoral, o PS de Alcanena reuniu-se em força para apelar ao voto, confiantes na vitória das nove listas candidatas aos vários órgãos do município. “Não vale tudo!”, foi a mensagem deixada pelo presidente da concelhia, Hugo Santarém, com várias “indiretas” deixadas à atitude da oposição durante a campanha. Repor as 10 freguesias foi a promessa mais sonante do discurso.

A candidata à Câmara Municipal, Fernanda Asseiceira, recebeu elogias dos vários representantes presentes. O líder da distrital do PS, António Gameiro, considerou-a um dos “timoneiros do desenvolvimento” no Médio Tejo, uma “grande mulher, uma grande líder”. Vieira da Silva definiu-a como “uma grande democrata”. Já o mandatário da campanha, Jorge Justo, salientou a “competência e honestidade” de todos os candidatos. Silvestre Pereira, candidato à Assembleia Municipal, frisaria a “transparência” da colega e o “cumprir de promessas feitas”, sendo que “continuará a ser a pessoa certa para o lugar certo”.

- Publicidade -

“São 9 a 0, mais nada!”, foi o grito de força do candidato à união de Alcanena e Vila Moreia, António Frazão, que falou em nome de todas as juntas de freguesias. Após elogiar a “coragem” dos novos elementos que se candidatam às juntas, foi interrompido pelo candidato de Minde, Manuel Conde, que, dirigindo-se a Fernanda Asseiceira, pediu para que ela “olhe mais pela freguesia de Minde. Merecemos algo mais”.

Joaquim Henriques, ex-autarca socialista de 95 anos que venceu as eleições de 1976 e tem acompanhado a campanha de Fernanda Asseiceira, subiu ao palco para recordar brevemente o seu tempo e como entrou na vida política.”Tudo era estranho, tudo era difícil”, recordou, “vamos caminhar para o futuro (…) mas também não podemos esquecer o passado”.

- Publicidade -

Fernanda Asseiceira emocionou-se ao falar do ano difícil a nível pessoal que viveu e pediu aos elementos do Governo presentes para que não se esquecessem da requalificação da EN361. “Não podem adiar mais tempo”, afirmou.

“Somos nós que temos mais competência, mais experiência (…) somos nós que conhecemos melhor o concelho de Alcanena”, foi a mensagem deixada. Lembrando os projetos já iniciados e o trabalho de redução da dívida, frisou que “vamos continuar a valorizar a questão ambiental”, destacando o esforço que tem sido feito na fiscalização.

Fernanda Asseiceira terminaria apelando ao voto. “Temos que combater a abstenção”, declarou.

 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome