Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Autárquicas | Tiago Sá concorre pelo CDS-PP a Mação para “combater a desertificação”

O CDS-PP volta a candidatar Tiago Sá, assessor na área da comunicação, à presidência da Câmara de Mação, nas eleições que se realizam no domingo, para “combater a desertificação e o envelhecimento populacional”.

- Publicidade -

Tiago Marques Dias Sá, 38 anos, arquiteto de formação e a exercer funções na área de comunicação e imagem, vive em Lisboa, mas sublinha o “imperativo de consciência” e o “apelo às raízes” da terra onde viveu a infância e cresceu para, tal como em 2013 e em 2017, se voltar a candidatar.

Tiago Sá disse à Lusa que se candidata porque nos últimos anos Mação “parou”, “não acompanhou a evolução dos tempos” e houve “um distanciamento de tudo e de todos”, pelo que o concelho precisa de “uma nova perspetiva e um rumo diferente”, de políticas que atraiam investimento e que centrem a atenção nas pessoas, sobretudo depois “dos anos difíceis que Mação tem vivido”, ao nível dos incêndios florestais e do êxodo populacional.

- Publicidade -

“Destes anos difíceis que Mação tem vivido, mais se impõe que o centro da nossa ação sejam as pessoas, e para as pessoas, queremos um sistema integrado para acesso de todos à saúde – gratuita, tratar os idosos com dignidade e incentivar com programas de vida ativa e saúde mental”, disse o candidato do CDS à Lusa, tendo ainda destacado a necessidade de implementar políticas de captação e fixação de jovens.

“Trazer jovens para o nosso município, com programas desenhados para eles, queremos políticas atrativas para o investimento, com a respetiva consequência ao nível do emprego e a fixação das pessoas no concelho”, disse Tiago Sá, para quem as prioridades passam por “combater a desertificação e o envelhecimento populacional”.

Nesse sentido, Tiago Sá defendeu um “maior apoio à natalidade, às famílias e aos jovens” a par de um “maior apoio no desemprego, aos idosos e na promoção do envelhecimento ativo”, tendo referido ainda a necessidade de “mais apoio domiciliário e cuidados continuados” no campo da saúde.

Ao nível da educação e cultura, o candidato centrista aposta na “criação de serviços de apoio à educação, em especial nas freguesias”, na “promoção de mais atividades para jovens”, assim como no “promover a proximidade com as atividades culturais em geral e com a cultura local, em particular”.

O candidato destacou ainda a necessidade de “formação para o desenvolvimento da agricultura e pecuária enquanto atividades económicas relevantes para a região”, prestando particular atenção “à floresta e reflorestamento”, e defendeu a “revisão do ordenamento do território de modo a encontrar equilíbrios que conciliem a defesa do património natural, com o desenvolvimento da região”, aliado a uma “melhor gestão ambiental e melhor saneamento”.

O CDS-PP concorre unicamente à Câmara de Mação, não apresentando candidaturas a mais nenhum órgão autárquico concelhio.

Além de Tiago Sá, que concorre pelo CDS-PP, os candidatos à Câmara de Mação são José Henrique Matos, pela CDU, Nuno Barreta, atual vereador, que concorre pelo PS, Vasco Estrela, atual presidente, recandidata-se pelo PSD, e José Janeiro, que concorre pelo Chega.

Nas últimas eleições autárquicas em Mação, o PSD elegeu quatro elementos para o executivo e o PS elegeu um vereador.

As eleições autárquicas estão agendadas para domingo.

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome