PUB

Autárquicas | PSD-CDS em Ourém, “desta vez não haverá geringonça que valha” (c/vídeos)

O PSD de Ourém formalizou na sexta-feira, 21 de abril, a coligação com o CDS, num acordo que abrange executivo, Assembleia e Juntas de Freguesia. A confiança na vitória foi manifestada várias vezes durante a sessão, que apresentou João Moura como o cabeça de lista à Assembleia Municipal. De recordar que em 2013 o PSD-CDS venceu a Assembleia Municipal de Ourém, também com João Moura, porém perdeu a eleição interna para a mesa por apenas um voto, com o MOVE a apoiar a lista do PS.

PUB

“Faz sentido nova coligação. Queremos ser os melhores para o desenvolvimento do nosso concelho”, foi a mensagem deixada pela líder da concelhia do CDS de Ourém, Sandra Nunes da Silva. “O atual estado do concelho não é o melhor”, comentou, razão pela qual se decidiu avançar para nova coligação, num acordo que abrange Câmara, Assembleia e Juntas de Freguesia.

Vencedor em 2013, João Moura quer voltar a conquistar a vitória do PSD-CDS à Assembleia Municipal de Ourém, mas desta vez vencendo também no sufrágio interno para a mesa. Foto: mediotejo.net

PUB

Numa sessão em que também estiveram o coordenador autárquico do CDS, Domingos Doutel, e o secretário-geral do PSD, José Matos Rosa, a vitória foi dada como certa. “Não é pelos dois partidos que fazemos estas coligações, mas pelas terras”, frisou Matos Rosa.

PSD formaliza coligação com CDS em Ourém. João Moura lidera lista à assembleia municipal

Publicado por mediotejo.net em Sexta-feira, 21 de Abril de 2017

Já o candidato à Câmara de Ourém e líder do PSD local, Luís Albuquerque, tornou a recordar os princípios do seu programa eleitoral, anunciando para breve a apresentação da lista completa à Câmara Municipal. “Hoje assinamos um acordo que dá continuidade ao acordo que firmámos há quatro anos atrás”, salientou. Anos de trabalho em conjunto, “denunciando a incapacidade do executivo socialista de governar a nossa terra. Denunciando a falta de planeamento estruturado, apresentando propostas sustentadas e consolidadas para o desenvolvimento da nossa terra. Os últimos oito anos foram anos de engano, foram anos de ilusão.”.

O momento serviu também para apresentar João Moura como o candidato a presidente da Assembleia, recordando-se o inesperado desenrolar dos acontecimentos que se deu em 2013. “João Moura foi desde a primeira hora a nossa opção”, admitiu Luís Albuquerque, uma vez que venceu com maioria a assembleia há quatro anos. Mas “desta vez não haverá geringonça que valha”, afirmou, mostrando convicção que o autarca conseguirá repetir a vitória e “voltará a dignificar um órgão que tão maltratado tem sido nos últimos anos”.

João Moura

Publicado por mediotejo.net em Sexta-feira, 21 de Abril de 2017

“Foi como que ganhar no campo e perder na secretaria”, recordou João Moura. “Dignificar” foi também o verbo utilizado pelo autarca no seu discurso, expondo a importância da assembleia como um órgão de garante do “equilíbrio democrático”. O concelho de Ourém é um município que vota tradicionalmente a centro direita, mencionou, pelo que a vitória dos social-democratas é tida como mais que possível.

João Moura terminaria sugerindo a Luís Albuquerque que pense no lançamento de um Orçamento Participativo em Ourém após “vencer” as eleições.

 

PUB
PUB
Cláudia Gameiro
Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).