Autárquicas | PS recandidata advogado Fernando Freire a Vila Nova da Barquinha

Fernando Freire, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, diz que uma nova ponte sobre o Tejo é uma "necessidade premente" na região : Foto: DR

O atual presidente da Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha, Fernando Freire, é o candidato do PS nas próximas eleições autárquicas à presidência daquela autarquia, foi hoje anunciado.

PUB
PUB

A recandidatura de Fernando Manuel dos Santos Freire, militar na reforma e advogado, 57 anos, a cumprir o seu primeiro mandato, foi anunciado pelo próprio em sede de assembleia de militantes da Concelhia do PS de Vila Nova da Barquinha, tendo afirmado à agência Lusa que a recandidatura que agora assume “assenta num projeto de continuidade, de estabilidade”, e de “conclusão dos projetos já iniciados, e em coerência com o cumprimento do programa eleitoral” que apresentou em 2013 ao eleitorado.

Segundo destacou, para além da “especial atenção” das respostas na área social e cultural, “a educação” é a sua prioridade, tendo feito notar que aquela vertente se tem revelado “um projeto de sucesso” em Vila Nova da Barquinha com a criação de “infraestruturas ímpares cuja aposta se centra na ciência e na inovação pedagógica”.

PUB

Em termos de trabalho desenvolvido, Fernando Freire lembrou a conclusão da Loja Social da Praia do Ribatejo e do Centro Comunitário na Atalaia, uma nova galeria de exposições na Barquinha e o Albergue de Juventude e Centro de Convívio, em Tancos, o novo pavilhão municipal, a ETAR da Praia do Ribatejo, a valorização da torre de menagem e das muralhas do Castelo de Almourol, a renovação do Parque Desportivo Atalaia e a rede de água e gás no Bairro S. João de Deus, entre outros, tendo feito notar a “redução, em simultâneo”, do passivo municipal.

“Neste mandato, conseguimos fazer obra e ao mesmo tempo concretizar a diminuição da dívida de cerca de 5 milhões de euros para 3,6 milhões de euros, a par da redução do prazo médio de pagamentos, de 52 dias para 32 dias”, sublinhou.

PUB

O candidato do PS, lembrando a aposta na continuidade, disse ainda à Lusa que os projetos que quer concluir, se for reeleito presidente da autarquia, são os Caminho de Santiago, os Percursos Ribeirinhos – Barquinha – Almourol – Constância, e a Sinalética Turística – Cultural, projetos já garantidos com compartição Comunitária, para além do projeto de eficiência energética nas Piscinas Municipais, a requalificação do Bairro da Rua da Misericórdia  e da Praça da República, e a Valorização de Almourol (ilha e cais de Tancos), projetos que totalizam um investimento de 1 milhão de euros ”já garantidos com compartição Comunitária”.

Em fase de adjudicação, acrescentou, está o novo Jardim de Infância em Vila Nova da Barquinha, a criação de um Ninho de Empresas e de um Sistema de Drenagem de águas residuais das localidades de Madeiras, Casal Jacinto, Portela, Laranjeira, Casal dos Pintainhos, Vale de Poços e Fonte Santa, e a estabilização de solos, devido ao incêndio da Praia do Ribatejo, em projetos que ascendem aos 2,5 milhões de euros.

Fernando Freire disse ainda que se recandidata no âmbito de um “projeto de continuidade, de estabilidade e progresso, numa campanha que, assegurou, será “livre de promessas. Nada mais vou prometer do que trabalho, ambição e determinação numa gestão rigorosa, muito virada para as pessoas e para os trabalhos de proximidade na atenção aos problemas da comunidade”, afirmou.

Fernando Freire é membro da administração da Fundação Dr. Francisco Cruz, administrador do Centro de Negócios de Vila Nova da Barquinha, é Conselheiro do Conselho Consultivo do Tribunal da Comarca de Santarém, e faz parte dos órgãos sociais do Sporting Clube Barquinhense.

A Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha é gerida pelo PS, que venceu as autárquicas de 2013 com 57,16% dos votos, a que corresponderam quatro eleitos, detendo o PSD um vereador (17,63%).

PUB

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here