- Publicidade -

Autárquicas | PS de Ourém escolhe Paulo Fonseca para recandidatura à câmara

A Comissão Política Concelhia do PS de Ourém anunciou hoje ter escolhido Paulo Fonseca para uma recandidatura à câmara que preside há dois mandatos, apesar do processo de perda de mandato que o autarca enfrenta na justiça. A distrital de Santarém, através do seu presidente, António Gameiro, também garantiu ao mediotejo.net o seu apoio a Paulo Fonseca.

- Publicidade -

O Ministério Público pediu o afastamento da presidência de Paulo Fonseca, 53 anos, há sete à frente da Câmara de Ourém, na sequência de um processo de insolvência pessoal que se arrasta há vários anos.

O PS de Ourém, contudo, sublinha em comunicado que “o processo que o cidadão Paulo Fonseca enfrenta, decorrente da sua atividade profissional, remonta ao ano de 2008 e a um conjunto de circunstâncias relacionadas com uma empresa da qual foi sócio, face à crise económica e do setor do imobiliário que atingiram milhares de empresas em Portugal”.

- Publicidade -

“Quando Paulo Fonseca liderou a candidatura à Câmara de Ourém, em 2009, estes problemas pessoais já existiam”, refere a estrutura local do partido, que considera ser o autarca “o líder que o concelho de Ourém precisa, pelo rigor e abnegação que tem desenvolvido na gestão pública municipal”.

Nos últimos sete anos, argumenta o PS de Ourém, o executivo liderado por Paulo Fonseca “reduziu a dívida municipal de cerca de 60 milhões em 2009 para cerca de 10 milhões em 2017” e juntou “cinco milhões de euros destinados à componente nacional de candidaturas a fundos comunitários”, além de o município, atualmente, pagar “a fornecedores a 30 dias”.

A distrital de Santarém, através do seu presidente, António Gameiro, garantiu ao mediotejo.net o seu apoio também a Paulo Fonseca.

Entre os feitos anunciados de Paulo Fonseca, os socialistas destacam a construção de sete centros escolares e a baixa taxa de desemprego, “a sétima mais baixa a nível nacional”.

“Confiamos na resolução do seu processo pessoal, no local próprio, e enaltecemos a disponibilidade contínua que tem manifestado aos cidadãos e instituições do concelho, apesar de todos os ataques que lhe têm dirigido e que aqui repudiamos”, escreve o PS de Ourém no comunicado divulgado.

No mesmo documento é anunciado o convite formal “ao militante Paulo Fonseca”, seguindo “as orientações da estrutura nacional do PS, que reitera a sua aposta em todos os autarcas que não tenham qualquer problema judicial derivado da gestão pública”.

Nas eleições de 2013, o PS conquistou três mandatos, o PSD igualmente três e uma candidatura independente um vereador.

c/Lusa

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -