- Publicidade -

Autárquicas | Lurdes Ferromau Fernandes é a candidata do PSD à Câmara de Tomar (C/ÁUDIO)

A Comissão Política Concelhia do Partido Social Democrata de Tomar indicou Lurdes Ferromau Fernandes como candidata à Câmara Municipal de Tomar, tendo sido também aprovada pela Comissão Política Distrital e pela Nacional do PSD. A atual presidente da Junta de Freguesia de São Pedro de Tomar e cabeça de lista à autarquia, disse estar prevista para breve a divulgação do programa eleitoral e nomes dos candidatos aos restantes órgãos autárquicos. Ainda assim notou que o objetivo do PSD é “construir para Tomar uma solução de desenvolvimento para todo o concelho”, tendo como foco o desenvolvimento económico, através de medidas quer para manutenção das empresas já existentes em Tomar, quer para captação de novos investimentos, e assim conseguir travar a desertificação, o declínio da população, e a saída sem retorno da população jovem do concelho.

- Publicidade -

Maria de Lurdes Ferromau Fernandes, 55 anos, técnica superior no Serviço de Emprego, é licenciada em Economia e ex-Diretora do Centro de Emprego e Formação Profissional do Médio Tejo.

É presidente da Junta de freguesia de São Pedro de Tomar, tendo já longa experiência nas lides autárquicas, que iniciou em 1988 ao ingressar na Assembleia de Freguesia de São Pedro de Tomar e na Assembleia Municipal de Tomar.

- Publicidade -

A candidata, também presidente da Concelhia do PSD em Tomar, falou ao mediotejo.net sobre as principais linhas de atuação e preocupações social-democratas que integrarão o programa eleitoral.

ÁUDIO | Lurdes Ferromau Fernandes, candidata à CM Tomar nas próximas eleições

Num projeto que recairá sobre o desenvolvimento económico, o apoio à fixação de empresas e ao empreendedorismo e o incentivo à fixação de população jovem, Lurdes Ferromau diz que não será descurada a atenção ao desenvolvimento das onze freguesias, maioria em espaço rural, e das empresas e instituições de solidariedade social que nesses territórios representam muitos postos de trabalho. Também a componente do turismo terá ênfase no plano de desenvolvimento para o concelho defendido pelos social-democratas.

Também a habitação social e a área de apoio à habitação para jovens e seniores merecem a atenção do PSD, que diz querer “tentar implementar um projeto que seja planeado, que tenha aplicação a curto e médio prazo, que não seja apenas medidas avulsas como as que estamos a assistir neste momento da governação atual da Câmara”, diz.

“Com a experiência que tenho e com a motivação que tenho, e com a equipa que estamos a formar, esperamos alcançar esses objetivos, que Tomar tanto precisa”, afirma a candidata.

Lurdes Ferromau refere que o programa eleitoral social-democrata para as eleições autárquicas também incidirá sobre a componente da atenção e apoio às empresas, da procura de soluções de investimentos para o concelho, para travar a situação de declínio da população e em especial da população jovem. Os nossos jovens não se fixam no nosso concelho, uma grande maioria sai e já não volta. Esta é uma das componentes fortes para o nosso projeto”, indica.

A sua experiência enquanto presidente de junta leva ainda a que estejam contempladas iniciativas para as onze freguesias do concelho, sendo que a maioria se situação em espaço rural e tem especificidades e necessidades diferentes.

“Têm especificidades próprias e também têm alternativas e formas de se poderem desenvolver dentro das suas potencialidades. Entendemos que não tem sido dado às freguesias a atenção devida, têm sido tomadas algumas medidas avulsas”, considera.

A social-democrata defende que devem existir medidas para serem “motores de desenvolvimento”, pensando também nas várias IPSS que mantêm muitos postos de trabalho nas freguesias, além de outras empresas também fixadas nestes territórios, que “precisam de apoio e medidas para o seu desenvolvimento”.

“Nos próximos 4 anos trabalharei com a minha equipa pelo desenvolvimento sustentável do nosso território, por um concelho capaz de dar aos tomarenses as ferramentas necessárias para o seu sucesso”, assume a candidata do PSD à presidência da Câmara Municipal de Tomar.

Nas próximas semanas a Concelhia do PSD de Tomar irá apresentar os candidatos aos vários órgãos autárquicas, bem como o programa eleitoral para as eleições.

A Câmara de Tomar é liderada pelo PS, que nas eleições autárquicas de 2017 conquistou 40,2% dos votos, elegendo quatro vereadores, tendo o PSD obtido 34,4% dos votos (três eleitos), num concelho que tinha então 34.814 eleitores inscritos.

Por lei, as eleições autárquicas podem ser marcadas entre 22 de setembro e 14 de outubro.

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres: o conhecimento e o saber, a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

- Publicidade -