Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Setembro 22, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Autárquicas | Arnaldo Santos é o candidato do PSD-CDS à Assembleia Municipal de Torres Novas

A coligação Afirmar Torres Novas (PSD-CDS) apresentou na quarta-feira, 24 de junho, o cabeça de lista à Assembleia Municipal de Torres Novas e os candidatos às juntas de freguesia do concelho. A acompanhar Tiago Ferreira, já anunciado candidato à Câmara Municipal, vai o ex-presidente Arnaldo Santos.

- Publicidade -

A sessão na Casa do Povo de Riachos contou com figuras nacionais do PSD e do CDS, nomeadamente Isaura Morais e António Carlos Monteiro. Estiveram também presentes os líderes distritais do CDS, Pedro Pereira, e do PSD, João Moura, além do presidente da concelhia do CDS de Torres Novas, Nuno Cruz.

Apresentado oficialmente como candidato à Assembleia Municipal, Arnaldo Santos lembrou que “a democracia constrói-se no dia a dia”, frisando a necessidade de “dizer aos nosso concidadãos quem somos e ao que vimos”. “Para nós não há donos disto tudo”, afirmou, “não aceitamos a discriminação e o desfavorecimento”.

Arnaldo Santos e Tiago Ferreira são os principais cabeças de lista do PSD-CDS a Torres Novas Foto: mediotejo.net

Este último abriu a sessão, começando por afirmar que “está criada uma plataforma de mudança”, que contém “vontade e disponibilidade” de trabalhar para um bem maior. Para Nuno Cruz, nos últimos 20 anos de gestão PS o município pouco evoluiu. 

A mesma vontade de mudança foi expressa por Pedro Pereira e António Carlos Monteiro, nomeadamente a de oferecer uma alternativa ao socialismo. 

Já João Moura dissertou sobre a dificuldade de escolher pessoas para figurar nas listas locais, frisando assim as qualidades de Tiago Ferreira. Isaura Morais fechou o leque de intervenientes, agradecendo a Arnaldo Santos por estar “disponível para ser candidato”.

“Nós somos alternativa”, frisou Isaura Morais, “28 anos é muito. É preciso renovação, novas gentes, novas ideias”. 

Na sessão foram dados também a conhecer os nomes dos cabeças de lista às juntas de freguesia Foto: mediotejo.net

Seguiu-se a apresentação das listas à Câmara e à Assembleia Municipal, sendo que Tiago Ferreira é acompanhado por Carlos Graça, Anabela Santos, Gonçalo Reis, Ana Correia, Rita Pacheco e João António.

Às juntas de freguesia concorrem, maioritariamente como independentes: João Filipe Santos (Chancelaria), João Frade (Meia Via), Paulo Faustino (Pedrógão), Francisco Longe (Riachos), Pedro Inverno (união de Brogueira, Parceiros de Igreja e Alcorochel), Rui Nunes (união de Olaia e Paço), João Paulo Gomes (união de Santa Maria, Salvador e Santiago), Ana Brites (união de São Pedro, Lapas e Ribeira Branca) e Ana Sofia Coutinho (Zibreira).

A fechar, Tiago Ferreira  afirmou que em quase 30 anos de gestão PS o “concelho está estagnado”, apontando a “inércia” e a “acumulação de vícios”. Frisou assim a necessidade de políticas estratégicas ao nível do ordenamento do território, as quais salientou seriam a prioridade sua equipa. O candidato referiu também que se pretende promover Torres Novas como destino turístico e criar uma zona de atividade económica. 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome