Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Quinta-feira, Outubro 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Autárquicas | Anabela Freitas (PS) mantém maioria absoluta na reeleição em Tomar

PS venceu com 40% dos votos e mantém 4 vereadores, tendo o PSD conquistado 3 lugares. Das 11 freguesias, o PS governará 5, o PSD 4, a CDU reconquista Carregueiros e os Independentes do Nordeste mantêm a UF Serra e Junceira.

O Partido Socialista foi o vencedor destas eleições no concelho de Tomar, tendo reconquistado maioria absoluta (39,70%) na Câmara Municipal e mantendo os seus quatro vereadores. O PSD (com 34,66%) manteve três vereadores eleitos na oposição, sendo que antes do fecho dos resultados oficiais, e com a projeção a dar já vitória à equipa liderada por Anabela Freitas (PS), a candidata pelo PSD, Lurdes Ferromau, fazia a sua intervenção assumindo a derrota eleitoral. Na Assembleia Municipal, o PS perdeu a maioria, e entraram novos partidos que elegem um representante: Chega e Coligação ‘Tomar, Queremos Responder’ (CDS-MPT). Das 11 freguesias, o PS governará 5, o PSD 4, a CDU reconquista Carregueiros e os Independentes do Nordeste mantêm a UF Serra e Junceira.

- Publicidade -

A noite fresca de outono foi dando lugar a manifestações de êxtase e euforia na central e emblemática Rua Serpa Pinto, vulgo Corredoura. A poucos metros uma da outra, as sedes de campanha do PS e PSD marcavam lugar de encontro para a noite eleitoral, que se alongou pela madrugada de segunda-feira – faltava o apuramento de uma das mesas de voto da junta urbana.

Apoiantes, simpatizantes, candidatos foram chegando e ficando colados aos telemóveis e computadores, e espreitando os noticiários na TV instalada no interior da sede, a fim de ir acompanhando o apuramento de resultados na região e por todo o país.

- Publicidade -

A ansiedade ia sendo enganada com um cigarro e outro, enquanto se esperava por notícias, e que se fossem fechando mesas de voto para confirmar a conquista nas freguesias.

O PS já se mostrava confiante de que ganharia de novo a Câmara e a Assembleia Municipal, com o PSD a lembrar que, a certa altura, com quatro freguesias por apurar, a luta estava renhida para o órgão deliberativo. Situação que se resolveu quando, faltando uma freguesia por apurar, se percebeu que os socialistas saíam, também ali, vencedores.

Vitória do PS festejada em Tomar Foto: mediotejo.net

No PSD, foram sendo festejadas as freguesias reconquistadas, mas notava-se a ausência da cabeça de lista à Câmara, Lurdes Ferromau Fernandes, que chegou à sede depois de começarem a ser apurados os resultados da freguesia de São Pedro de Tomar, freguesia que presidiu no último mandato.

Após a sua chegada, o ambiente continuou a ser de concentração, serenidade, acalmia, e onde o desânimo ou tristeza não pareciam estar presentes, de todo. Pelo menos, não eram evidentes. Lurdes Ferromau manteve-se sorridente e avançou para uma intervenção clara, curta e concisa, dando por terminada esta batalha e parabenizando Anabela Freitas (PS) pela eleição.

ÁUDIO | Discurso de Lurdes Ferromau Fernandes, candidata à Câmara de Tomar pelo PSD e ora eleita enquanto vereadora de oposição

O discurso da candidata do PSD foi de esperança no caminho que o partido trilhou nestas eleições, tendo ficado a promessa de que, com os três vereadores eleitos à Câmara, será feita “oposição firme”, com disponibilidade para ouvir a população, as suas propostas e problemas. Quanto ao projeto do partido, afirmou Lurdes Ferromau que é um projeto com futuro, e que daqui por quatro anos, será a vez do PSD sair vitorioso.

Lurdes Ferromau Fernandes chegou já depois das 23h00 à sede, e avançou para o discurso em que assumiu a derrota do PSD em Tomar. Foto: mediotejo.net

Mais abaixo, houve lugar a festa antecipada pelos socialistas. Cerca das 23h30, Hugo Costa, eleito presidente da Assembleia Municipal mas também líder da Distrital de Santarém do Partido Socialista, cantava vitória em todas as frentes, no concelho. Mais comedida foi Anabela Freitas, que preferia aguardar pelos resultados oficiais.

Só às 00:30 surgiram as primeiras palavras de reação à reeleição enquanto líder da autarquia tomarense, e os agradecimentos começaram dirigidos a todas as forças políticas que se candidataram neste ato eleitoral.

Anabela Freitas (PS) mantém a equipa eleita em 2017 – composta por Hugo Cristóvão, Filipa Fernandes e Hélder Henriques – e mostrou-se grata pelo resultado, congratulando-se com a vitória do seu partido também na Assembleia Municipal e em cinco juntas de freguesia, destacando a eleição de Luísa Henriques para a UF Madalena-Beselga, a única mulher eleita presidente de junta nestas eleições pelo PS.

“Aquilo que sempre prometemos foi trabalho e é isso que vamos continuar a fazer a partir de hoje, porque já passa da meia-noite. Pautámo-nos de uma campanha com projetos, com ideias, não dissemos mal de ninguém, não dizemos mal de ninguém, porque sabemos o que queremos para Tomar”, afirmou a autarca, que depois agradeceu aos tomarenses “do fundo do coração” pelo “voto de confiança”.

“Fiquem cientes que tudo faremos para que Tomar continue no caminho certo”, terminou, para depois ser fortemente aplaudida no interior da sede de campanha, acompanhada de eleitos do executivo municipal, das freguesias e da Assembleia Municipal.

Foto: mediotejo.net

Aqui, também o PS foi recebendo em festa os presidentes de junta que vinham até à cidade, juntar-se à festa após os resultados apurados. Todos foram acolhidos em abraços e aplausos, apesar de se tratarem de freguesias que já tinham o selo do PS.

Não absolutamente feliz com o resultado alcançado parecia estar o presidente da freguesia urbana, UF São João Baptista e Santa Maria dos Olivais, Augusto Barros, também reeleito para mais um mandato, que discursava no exterior, à sua chegada, entendendo que é necessário mais trabalho para reforçar ainda mais os resultados do PS.

Anabela Freitas reconheceu que existiram alguns tomarenses que não valorizaram o trabalho do executivo socialista, mas frisou que o importante foi a vitória.

Foto: mediotejo.net

A festa fez-se sóbria, calma, sem grande alarido. Mas foi feita de sorrisos, de bandeira no ar, de orgulho e com aplausos e punho fechado a elevar-se ao ritmo dos momentos de festejo onde se exclamou “PS! PS! PS! PS!”, depois de Anabela Freitas fazer uma ovação ao concelho, no decorrer do seu discurso: “Viva Tomar!” 

Na rua, o ambiente não era tão efusivo como se poderia esperar, talvez pelo adiantar da hora, e por já se (des)esperar há tanto tempo o fecho dos resultados oficiais, após resolvida a questão por apurar numa das mesas na junta urbana, que teimava em adiar o anúncio oficial.

O frio também foi afastando as pessoas da rua. E a competir com o ambiente eleitoral constavam as praxes do Politécnico de Tomar, mais acima, na Praça da República em frente à Câmara Municipal, e essas sim, entoavam no centro histórico, guardadas por Gualdim Pais, altaneiro. Mais alto, só o Castelo com a bandeira da pátria a acenar lá de cima.

Foto: mediotejo.net

No PSD, a sede foi esvaziando e foram ficando alguns resistentes à porta, em convívio e troca de impressões. Os candidatos saíram pouco depois da comunicação à imprensa.

Os festejos do PS por ali ficaram, na sede de campanha, entre a rua e as mesas dos comes e bebes que foram afagando o estômago e alimentando a alma, numa noite de frenesim autárquico, que terminou já no início de uma nova semana, perto da uma da manhã de segunda-feira. Dia de reunião de Câmara. Dia de regresso ao trabalho. O que poderá ser bom presságio, já com um pé no novo ciclo até à tomada de posse, para o início de um novo mandato.

Foto: mediotejo.net

RESULTADOS ELEITORAIS

Câmara Municipal

PS  Presidente: Anabela Freitas. Vereadores: Hugo Cristóvão, Hélder Henriques, Filipa Fernandes

PSD  Vereadores: Lurdes Ferromau Fernandes, Tiago Carrão, Luís Francisco

A corrida à Câmara foi bilateral, visto que só dois dos sete partidos estiveram num frente a frente pela vitória. Chega, CDU, BE, Coligação “Tomar, Queremos Responder” (CDS-MPT) e Volt não conseguiram eleger nenhum representante para a autarquia tomarense.

Assembleia Municipal

Na Assembleia Municipal o PS ganhou, tendo a mesa do órgão deliberativo ficado ao cargo de Hugo Costa enquanto presidente. O PS conseguiu 9 lugares na Assembleia, com 36,58% dos votos (6594 votos).

Já o PSD alcançou os 8 eleitos na Assembleia Municipal. Novidade é a entrada do partido CHEGA que conseguiu uma representação, com 7,12% dos votos (1284 votos), e que fica assim equiparado aos eleitos da CDU e BE, também com um deputado municipal cada.

Também a Coligação “Tomar, Queremos Responder” (CDS-PP.MPT.PPM) alcançou um eleito na Assembleia, com 4,78%/861 votos.

O Volt não conseguiu eleger nenhum representante.

Juntas de Freguesia

Nas juntas de freguesia manteve-se a distribuição muito semelhante à de 2017, com o PS a reeleger muitos candidatos e manter freguesias. Novidade foi a eleição de Francisco Santos, pela CDU, na freguesia de Carregueiros, que era PSD. Também Américo Pereira (Independentes do Nordeste) se manteve na liderança de Serra e Junceira, sendo uma candidatura que contou com apoio de praticamente todas as restantes forças políticas.

UF São João Batista e Santa Maria dos Olivais  Augusto Barros (PS)
Asseiceira  Carlos Rodrigues (PS)
Sabacheira  António Graça (PS)
Paialvo  Amâncio Ribeiro (PS)
UF Madalena-Beselga Luísa Henriques (PS)
Carregueiros Francisco Santos (CDU)
São Pedro de Tomar António Vicente (PSD)
UF Casais-Alviobeira João Alves (PSD)
UF Além da Ribeira – Pedreira Jorge Graça (PSD)
Serra e Junceira Américo Pereira (Independentes do Nordeste)
Olalhas Rui Lopes (PSD)

FOTOGALERIA com momentos da noite eleitoral, na Corredoura, em Tomar:

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome