Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Sábado, Outubro 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

Autárquicas 2021 | Acompanhe aqui todos os resultados minuto a minuto

*Com reportagem de Ana Rita Cristóvão, Cláudia Gameiro, Joana Rita Santos, José Gaio, Paula Mourato e Rafael Ascensão

- Publicidade -

02:00 – Presidentes da Câmara eleitos 

Abrantes | Manuel Jorge Valamatos (PS) 
Alcanena | Rui Anastácio (PSD-CDS-MPT)
Constância | Sérgio Oliveira (PS)
Entroncamento | Jorge Faria (PS) – empate de vereadores com o PSD (3-3)
Ferreira do Zêzere | Bruno Gomes (PS)
Ourém | Luís Albuquerque (PSD-CDS)
Mação | Vasco Estrela (PSD)
Sardoal | Miguel Borges (PSD)
Sertã | Carlos Miranda (PS)
Tomar | Anabela Freitas (PS)
Torres Novas | Pedro Ferreira (PS)
Vila de Rei | Ricardo Aires (PSD)
Vila Nova da Barquinha | Fernando Freire (PS)

- Publicidade -

01:45 – Sertã | Declarações de Carlos Miranda (PS), que venceu de forma surpreendente a Câmara Municipal da Sertã, com 47,66% dos votos.

01:30 – Bloco de Esquerda perde representação nas Câmaras de Abrantes, Entroncamento e Torres Novas.

01:15 – Vila Nova da Barquinha | Fernando Freire (PS) foi reeleito com 55% dos votos, assegurando 4 dos 5 vereadores. As primeiras declarações, ao mediotejo.net.

01:10 – Sardoal | Miguel Borges (PSD) é reeleito com uma margem de 34 votos sobre Pedro Duque (PS). As reações de ambos ao mediotejo.net.

Miguel Borges (PSD)

Pedro Duque (PS)

Miguel Borges (PSD) celebra a vitória no Sardoal. Foto: Paulo Jorge de Sousa

01:05 – Entroncamento | Declarações dos candidatos do PS, PSD e Chega, numa eleição em que o PS venceu por menos de 1%, ficando com 3 vereadores, tal como o PSD, podendo o vereador do Chega ser determinante na governação do município. 

Declarações de Jorge Faria (PS)

Declarações de Rui Claudino (PSD)

Declarações de Diamantino Graça (Chega)

01:00 – Mação | Declarações de Vasco Estrela (PSD), reeleito presidente da Câmara de Mação com maioria absoluta (63% dos votos).

00:50 – Ferreira do Zêzere | A reação de Bruno Gomes (PS) no momento da vitória oficial, com todas as freguesias apuradas, garantindo 57% dos votos, e de Hugo Azevedo (PSD), que ficou em segundo lugar, com 34%.

00:40 – Diamantino Graça é o único vereador eleito pelo Chega na região do Médio Tejo e pode vir a ser decisivo na governação da câmara do Entroncamento, onde o PS venceu o PSD por menos de 1% dos votos, ficando ambos os partidos empatados com 3 vereadores cada. 

Diamantino Graça (Chega), no debate promovido pelo mediotejo.net entre todos os candidatos à Câmara Municipal do Entroncamento.

00:35 – Em Vila de Rei o PSD venceu as eleições com 61,26% dos votos. As primeiras declarações de Ricardo Aires, reeleito com clara maioria.

00:25 – Tomar | Primeiras declarações de Anabela Freitas (PS), reeleita para a Câmara Municipal. 

00:10 – Tomar | Anabela Freitas (PS) é reeleita presidente da Câmara, embora a esta hora ainda exista uma freguesia por apurar. Lurdes Ferromau (PSD) já assumiu a derrota eleitoral. 

00:00 – Ourém | Luís Albuquerque (PSD-CDS) foi reeleito com 62,78% dos votos, garantindo 6 dos 7 vereadores na Câmara Municipal. As suas primeiras declarações, ao mediotejo.net.

23:55 – Entroncamento | Jorge Faria (PS) vence as eleições com uma margem inferior a 1% sobre o PSD, deixando a Câmara com um empate de vereadores entre o PS e o PSD (3-3). O Chega poderá ser decisivo na governação, tendo eleito um vereador, com 11, 24% dos votos.

23:50 – Torres Novas | Tiago Ferreira (PSD) conquista o segundo lugar nestas eleições.

23: 50 – Abrantes | Primeiras declarações de Vasco Damas, eleito como vereador para a Câmara Municipal pelo movimento independente ALTERNATIVAcom.

Vasco Damas e José Rafael Nascimento, do movimento ALTERNATIVAcom.

23:45 – Sardoal | Declarações de Miguel Borges (PSD), reeleito para a Câmara Municipal numa votação muito renhida. 

23:40 – PSD perde a Sertã, numa votação muito renhida. PS vence no concelho, com 47,66% dos votos. Carlos Miranda será o novo presidente da Câmara.

23:35 – Alcanena | Primeiras declarações de Rui Anastácio (PSD-CDS-MPT), que vai ser o próximo presidente da Câmara de Alcanena, destronando os socialistas.

23:30 – Mação | Vasco Estrela (PSD) vence com maioria absoluta e 63,33% dos votos. PS elege um vereador.

23:20 – Constância | PS reforça maioria e Sérgio Oliveira é reeleito como presidente da Câmara, com 58,71% dos votos. A CDU, em segundo lugar, com 28, 21% dos votos, elege apenas um vereador para o Executivo.

Festa socialista em Constância

23:05 – Torres Novas | Na sede de campanha de António Rodrigues vive-se um clima de desânimo. O antigo presidente da Câmara pelo PS e agora candidato pelo Movimento P’la Nossa Terra não conseguiu convencer os eleitores torrejanos e é um dos grandes derrotados da noite.

23: 00 – Abrantes | Primeiras declarações de Manuel Jorge Valamatos (PS), eleito para a Câmara Municipal com maioria absoluta. PS elege 5 vereadores, PSD 1 vereador e ALTERNATIVAcom também 1 vereador. BE perde a representação.

23:00 – Alcanena | PS perde Câmara para PSD-CDS-MPT. Rui Anastácio vai ser o próximo presidente de Câmara de Alcanena. 

Na sede de candidatura da coligação PSD-CDS-MPT já se dança.

Festa em Alcanena, pela eleição de Rui Anastácio, da coligação PSD-CDS-MPT. Créditos: mediotejo.net

22:59 – Declarações do candidato do PS à Junta de Freguesia do Tramagal (Abrantes), que perdeu as eleições por 16 votos.

22: 53 – Festa do MIFT – Movimento Independente à Freguesia de Tramagal (Abrantes), que conquistou a presidência da Junta de Freguesia ao PS.

22: 52 – Abrantes | Manuel Jorge Valamatos (PS) é reeleito com maioria absoluta para a câmara. ALTERNATIVAcom elege um vereador, Bloco de Esquerda deixa de ter representação. PS mantém cinco vereadores e PSD um vereador.

22:50 – Torres Novas | Primeiras declarações de Pedro Ferreira (PS), reeleito presidente da Câmara com uma larga vantagem de votos.

22:45 – Resultados oficiais no Sardoal: PSD mantém a câmara com uma margem de 34 votos. 

22:40 – PS vence Junta de Freguesia de Constância, Paulo Freitas é o novo presidente e deu as suas primeiras declarações ao mediotejo.net:

Paulo Freitas é o novo presidente da Junta de Freguesia de Constância, pelo PS. Créditos: mediotejo.net

22:30 – Em Ferreira do Zêzere há já resultados oficiais em quatro freguesias, todas com vitórias expressivas do PS: Bêco, Chãos, Igreja Nova do Sobral e Ferreira do Zêzere.

 

22:10 – Luta renhida no concelho do Sardoal, quando falta apurar apenas uma mesa de voto

22:05 – Em Ferreira do Zêzere já se festeja a vitória do PS, apesar de ainda não haver resultados oficiais. Com uma larga vantagem, com apenas uma mesa por apurar, as primeiras declarações de vitória de Bruno Gomes foram ao mediotejo.net:

22:00 – Torres Novas | PS animado com resultados provisórios que apontam para vitória com cerca de 50%.

21.45 – Em Abrantes o PS ganhou a União de Freguesias de São Facundo e Vale das Mós, Fontes e Carvalhal.

21:30 – Ainda sem resultados oficiais, os primeiros dados apontam para a vitória do MIFT em Tramagal (Abrantes) por 16 votos a mais que o PS. Em Alcanena, o Cidadãos por Alcanena terá ganho a freguesia de Minde, e a União de Freguesias de Malhou, Espinheiro e Louriceira. PS vence em Alcanena as freguesias de Bugalhos e Monsanto. Em Tomar, a União de Freguesias de Além da Ribeira e Pedreira manteve-se PSD, o que justifica a festa na sede do PSD.

União de Freguesias de Além da Ribeira e Pedreira manteve-se PSD

21:00 – Em 2017, dos 13 municípios do Médio Tejo sete foram conquistados pelo PS e seis pelo PSD. Esta noite vamos conferir as cores do novo mapa autárquico na região.

20: 55 – A abstenção nas eleições autárquicas de hoje situou-se entre 45% e 50%%, de acordo com projeções divulgadas pela RTP e pela SIC.

Segundo a sondagem divulgada pela RTP às 20:00 horas de Lisboa (19:00 nos Açores), desenvolvida pela Universidade Católica, a taxa de abstenção ficará entre os 45% e os 50% – um dos valores mais altos de sempre, podendo superar o máximo atingido há oito anos.

A projeção divulgada pela TVI aponta para o mesmo intervalo de valores, assim como a sondagem feita pela Metris GfK, pelo Instituto de Ciências Sociais (ICS) e pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE) para a SIC e o Expresso.

Nas últimas eleições autárquicas, realizadas em 01 de outubro de 2017, a abstenção foi de 45,03% – a segunda percentagem mais alta em eleições locais. O recorde foi atingido nas autárquicas de 2013, nas quais se registou uma abstenção de 47,40%.

Projeções preveem abstenção entre 45 e 50%

20:45 – As eleições autárquicas decorreram hoje sem incidentes de maior e apenas com pequenas situações que se foram resolvendo ao longo do dia, afirmou à agência Lusa o porta-voz da Comissão Nacional de Eleições (CNE).

Segundo João Tiago Machado, até às 19:45, minutos antes de encerrarem as urnas em Portugal continental e na Madeira, foram registadas cerca de 450 queixas de eleitores por causa do processo de votação, mas em consonância com eleições anteriores. “Foi um dia cheio, mas nada de especial, felizmente sem nada de muito grave, só o típico”, disse o porta-voz.

Sobre os incidentes registados, João Tiago Machado deu alguns exemplos: “Aquele presidente de junta que vai buscar as pessoas ao carro e que as leva quase até às urnas, e anda a dar beijinhos às pessoas”, ou “um senhor que diz que o voto dele já estava descarregado no caderno eleitoral”, ou ainda um casal que reclamou por ter votado em locais diferentes.

Anteriormente, a CNE indicou que foram registados problemas com boletins de voto em duas freguesias, em Águeda e Idanha-a-Nova, que continham erros e que, por isso, as eleições nestas duas localidades foram adiadas por duas semanas.

20: 30 – O jornal mediotejo.net preparou uma das maiores operações eleitorais de sempre para acompanhar os resultados das Eleições Autárquicas deste domingo. Os nossos jornalistas vão estar em direto esta noite a partir de vários pontos da região e na redação vamos divulgar, a partir das 21:00, minuto a minuto, toda a informação relativa a cada freguesia e a cada concelho, bem como as reações dos principais intervenientes.

20:00 – As urnas para as eleições autárquicas fecharam hoje às 20:00 em todo o território continental e na Madeira, encerrando nos Açores uma hora depois, devido à diferença horária.

Em Tramagal (Abrantes) a afluência às urnas era de 47% às 16:00. Foto: mediotejo.net

17:00 – Até às 16:00, a afluência às urnas situava-se em 42,34%, abaixo do valor registado há quatro anos, segundo dados da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna (MAI). Comparando com as últimas eleições autárquicas, que se realizaram em 01 de outubro de 2017, a afluência às urnas baixou: há quatro anos, até à mesma hora, tinham votado 44,39% dos eleitores.

Segundo os números divulgados pelo MAI, até às 12:00, 20,94% dos eleitores exerceram o seu direito de voto, ou seja, mais de 1,86 milhões de pessoas, mas também abaixo dos 22% registados em 2017.  Esta é a 13.ª vez que os portugueses elegem os seus autarcas em 47 anos de democracia.

A afluência às urnas em Tomar era de cerca de 35% às 16:00. Foto: mediotejo.net

15:00 – Mais de 9,3 milhões de eleitores foram hoje chamados a eleger os dirigentes de quase quatro mil autarquias locais. Portugal tem 9.323.688 eleitores inscritos, menos do que nas autárquicas anteriores, em 2017, em que estavam registados pouco mais de 9,4 milhões.

De entre os inscritos, 29.814 são cidadãos estrangeiros, 13.924 dos quais naturais de Estados-membros da União Europeia e 15.890 de países terceiros, nomeadamente Cabo Verde, Brasil, Reino Unido e Venezuela.

A estas eleições apresentaram-se cerca de 12.370 listas candidatas, das quais cerca de 1.035 são de grupos de cidadãos eleitores (GCE), segundo uma estimativa da Comissão Nacional de Eleições (CNE). O total das mesas eleitorais foi de 13.821, o que correspondeu a uma média de 675 eleitores por mesa.

c/LUSA

 

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Sou diretora do jornal mediotejo.net e da revista Ponto, e diretora editorial da Médio Tejo Edições / Origami Livros. Sou jornalista profissional desde 1995 e tenho a felicidade de ter corrido mundo a fazer o que mais gosto, testemunhando momentos cruciais da história mundial. Fui grande-repórter da revista Visão e algumas da reportagens que escrevi foram premiadas a nível nacional e internacional. Mas a maior recompensa desta profissão será sempre a promessa contida em cada texto: a possibilidade de questionar, inquietar, surpreender, emocionar e, quem sabe, fazer a diferença. Cresci no Tramagal, terra onde aprendi as primeiras letras e os valores da fraternidade e da liberdade. Mantenho-me apaixonada pelo processo de descoberta, investigação e escrita de uma boa história. Gosto de plantar árvores e flores, sou mãe a dobrar e escrevi quatro livros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome