Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Atletismo/Abrantes | Bárbara Poupino lança dardo a 30 metros e vence Regional Olímpico Jovem

A atleta Bárbara Poupino, 16 anos, do Sporting de Abrantes, venceu hoje em Rio Maior o Regional Olímpico Jovem ao lançar o dardo a mais de 30 metros (30.68), marca que é novo recorde pessoal da jovem abrantina.

- Publicidade -

O feito de Bárbara “encheu-me de orgulho”, disse hoje ao mediotejo.net a sua treinadora no Sporting de Abrantes, Susana Estriga, tendo acrescentado que a Barbara “treina comigo desde os 10 anos e sempre foi uma menina muita trabalhadora e empenhada. Sempre teve “jeito” para fazer tudo mas nunca conseguiu alcançar um resultado que lhe permitisse subir ao lugar mais alto do pódio”, o que hoje foi alcançado, frisou, tendo destacado a “inteligência” da atleta.

“Este resultado tem um valor sentimental enorme para a Bárbara, e com esta vitória garante a sua primeira participação no Olímpico Jovem Nacional (dias 3 e 4 de junho, em Braga). A aposta nesta disciplina esta época partiu dela, depois de ter alcançado os mínimos para o Nacional de Juvenis no lançamento do dardo, e este record pessoal foi atingido no momento certo”, vincou Susana Estriga.

- Publicidade -

A treinadora da secção de atletismo do Sporting de Abrantes não esqueceu a autarquia abrantina, pelo apoio dado para a obtenção deste resultado.

“Também tenho que agradecer a Câmara Municipal de Abrantes porque adquiriu recentemente 2 dardos de 500 gramas de treino, sem este material teria sido impossível alcançar esta progressão”, frisou.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here