Associação Europeia de Cidades Santuário estabelece sede em Ourém

O grupo civil que agrega cidades europeias com santuários marianos, a “Shrines of Europe”, foi formalmente constituído como associação na terça-feira, 27 de outubro. A sede desta nova instituição fica estabelecida em Ourém.

PUB

A associação reúne os municípios europeus que congregam os principais locais de peregrinação mariana da Europa: Fátima (Portugal), Altötting (Alemanha), Czestochowa (Polónia), Einsiedeln (Suíça), Loreto (Itália), Lourdes (França) e Mariazell (Áustria). A “Shrines of Europe – Associação Europeia de Cidades Santuário” pretende agora alargar o seu âmbito de atuação e concretizar as propostas que fazem parte do seu plano de atividades.

A constituição da “Shrines of Europe – Associação Europeia de Cidades Santuário” ficou
formalizada com o registo em Cartório Notarial pelo presidente da Câmara Municipal de
Ourém, Luís Albuquerque, momento onde também foram registados os estatutos
da associação que, entre outras matérias, definem o município de Ourém como sede oficial da associação, adianta nota de imprensa municipal.

PUB

Após este passo, seguir-se-ão os procedimentos necessários para a realização da primeira Assembleia Geral da “Shrines of Europe – Associação Europeia de Cidades Santuário”.

A “Shrines of Europe – Associação Europeia de Cidades Santuário” é uma organização
internacional sem fins lucrativos que tem como objetivos promover atividades de
cooperação entre os seus associados, a promoção de esforços e iniciativas que permitam o reconhecimento e o desenvolvimento saudável e sustentável das cidades santuário criando uma marca e estratégia comum, além da partilha de informações, ideias e experiências de interesse comum aos seus membros que promovam a sua atividade no setor do Turismo.

O objetivo passa ainda por trazer novas cidades santuário para esta rede e identificar fontes de financiamento para aumentar a realização de atividades comuns.

O grupo de trabalho “Shrines of Europe” foi fundado em 1996.

PUB
PUB
Cláudia Gameiro
Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).