Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Anulado concurso que deu emprego ao marido da presidente da Câmara de Tomar

A Câmara Municipal de Tomar anulou todos os concursos de mobilidade interna que abriu em agosto de 2015 e que estiveram na origem da atribuição do lugar de técnico de informática a Luís Ferreira, ex-chefe de gabinete da presidente do município e companheiro afectivo da autarca, Anabela Freitas.

- Publicidade -

Deste modo, o mesmo retomará estas funções na Câmara de Alpiarça, integrando o quadro de pessoal desta autarquia há cerca de dez anos, embora tenha lá trabalhado pouco tempo como técnico de informática dado que assumiu funções como adjunto do Governador Civil de Santarém, Paulo Fonseca. 

luis Ferreira no almoço do PS
Luís Ferreira, no último sábado, no almoço de ano novo do PS

- Publicidade -

O anúncio da anulação dos concursos foi feito na reunião de câmara desta segunda-feira, 18 de janeiro, justificando Anabela Freitas que tomou esta decisão após ter estado reunida com o secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel.

Recorde-se que no passado sábado, a autarca socialista – através de Hugo Costa, presidente da concelhia – anunciou a sua recandidatura ao cargo nas eleições de 2017. 

“Uma vez que não sabemos como vai ser o orçamento de Estado para este ano  – e muito provavelmente será uma extensão do orçamento de 2015 –  o município não pode contratar ninguém, seja internamente, seja externamente. Por isso optei pela anulação de todos os concursos de mobilidade que estavam em curso”, justificou.

Um argumento que não convenceu os vereadores do PSD, nomeadamente o vereador João Tenreiro, que acusou a autarca de “estar a tentar mandar areia para os olhos” dos tomarenses. 

De facto, a decisão de Anabela Freitas surge depois do vereador Bruno Graça (CDU), que está coligado com o PS na Câmara de Tomar, ter manifestado a sua posição contra a contratação de Luís Ferreira na sessão camarária de 4 de Janeiro deste ano.

IMG_2000
Vereador Bruno Graça: “Coligação é para manter até ao fim”

Bruno Graça disse, publicamente, na ocasião que “agora que os resultados do concurso são do domínio público e que está confirmado que Luís Ferreira irá entrar para o quadro de pessoal do município, a CDU reafirma que todo este processo de mais de dois anos minou a confiança e a credibilidade do executivo, internamente e junto da população do concelho”, deixando antever que a coligação iria ficar trémula a partir deste momento.

Na reunião desta segunda-feira, o cenário foi diferente: tanto Anabela Freitas como Bruno Graça reafirmaram que a coligação está de pedra e cal e tudo se mantém igual, contra as especulações que correm. “O problema da coligação é vosso. E as especulações foram os senhores que as criaram com o que aqui foi dito publicamente pelo vereador Bruno Graça na última reunião”, atestou João Tenreiro.

Anabela Freitas voltou a insistir que, na base da sua decisão, estão as questões que se prendem com o orçamento de estado e que impedem a autarquia de contratar mais pessoal.

A autarca disse ao mediotejo.net que os candidatos que ganharam o concurso de mobilidade vão regressar ao seu serviço de origem e garantiu que o atual chefe de gabinete, Virgílio Saraiva de Matos, se irá manter até ao final do mandato.

Ficou ainda a saber-se que os pelouros de Rui Serrano, que renunciou aos mesmos na reunião de 4 de janeiro, vão ser redistribuídos pela presidente da autarquia (obras municipais), pelo vereador Hugo Cristóvão (Urbanismo) e vereador Bruno Graça (Parques e Jardins).

Uma informação que será dada a conhecer na próxima reunião de executivo.

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome