Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Agosto 5, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

António Zambujo atua na Suíça, Áustria, Alemanha e Polónia até ao final do ano

António Zambujo atua quinta-feira no Festival Les Creatives, em Onex, na Suíça, dando inicio à última etapa, este ano, da sua digressão internacional.

- Publicidade -

Em comunicado, a produtora do intérprete de “Pica do 7” afirma que Zambujo cumpre até ao final do ano mais sete concertos, entre eles, a estreia no palco da Konzerthaus, em Viena, e um espetáculo no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, ambos em dezembro.

Depois de atuar no Les Creatives, Zambujo tem ainda prevista uma outra atuação em terras helvéticas, na sexta-feira, no Moods, em Zurique, seguindo para a Alemanha, onde sábado sobe ao palco do Hallenbad, em Wolfsburg, a mais populosa cidade da Baixa-Saxónia.

- Publicidade -

Esta digressão tem como base o mais recente álbum de Zambujo, “Rua da emenda”, editado em finais do ano passado, e que entre outras canções inclui “Barata tonta”, “Pantomineiro” e “Fatalidade”.

Da Baixa-Saxónia o músico, natural de Beja, segue para Berlim, onde atua na próxima segunda-feira no International Jazz-Club A-Trane, e no dia seguinte sobe ao palco do Klub Muzyczny Stary Klasztor, em Breslávia, no oeste da Polónia, de onde segue para Budapeste.

Na capital húngara, o criador de “Flagrante” atua no dia 10 de dezembro no Palácio da Artes e, no dia seguinte, estreia-se na Konzerthaus, em Viena.

António Zambujo acompanha-se à viola e, nesta digressão, é acompanhado pelo seu naipe habitual de músicos: Ricardo Cruz, no contrabaixo e direção musical, Bernardo Couto, na guitarra portuguesa, Bernardo Viana, na viola, José Miguel Conde, no clarinete, e João Moreira, no trompete.

No dia 18 de dezembro, António Zambujo, que se estreou discograficamente em 2002, com o álbum “O mesmo fado”, atua no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, no âmbito do projeto “Há fado no cais”, uma parceria desta instituição com o Museu do Fado.

António Zambujo tem, entretanto, já agendados cerca de dez espetáculos para o primeiro trimestre do próximo ano, com atuações previstas em Avignon, em França, nas festas de Amiais de Baixo, nos arredores de Santarém, em Saratoga, nos Estados Unidos, e em Vancouver, nos Estados Unidos, entre outras.

Segundo a promotora do criador de “Jogo de sedução”, os seus últimos três discos conquistaram quatro discos de platina, com “Rua da Emenda” e “Lisboa 22:38 – Ao Vivo no Coliseu” a atingirem a platina, enquanto “Quinto” alcançou a dupla platina, e em termos internacionais em 2016 ultrapassará a marca dos 100 concertos.

Foto: Tiago Cação

 

Agência de Notícias de Portugal

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome