ANACOM impõe a cobertura de mais 588 freguesias com banda larga móvel

A Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) decidiu impor à MEO, NOS e Vodafone obrigações adicionais de cobertura de banda larga móvel do território nacional, na sequência da renovação das licenças destes operadores por mais 15 anos.

PUB

Assim, esta Autoridade aprovou uma lista de 588 freguesias potencialmente sem banda larga móvel (BLM) que terão de passar a ter este tipo de cobertura, algumas delas em diversos municípios da região do Médio Tejo.

O objetivo desta medida da ANACOM é levar a banda larga móvel a mais pessoas e a zonas cuja cobertura seria mais difícil de alcançar, caso os operadores se movessem apenas por interesses estritamente comerciais.

PUB

De acordo com a decisão da ANACOM, cada um dos operadores móveis deve cobrir 196 das freguesias listadas, dispondo do prazo de um ano para comunicarem à ANACOM o acordo alcançado na repartição das freguesias entre si. Caso não haja acordo, a ANACOM decidirá quanto à distribuição das freguesias pelos três operadores, recorrendo para o efeito a um sorteio aleatório, que determinará a ordem pela qual os operadores escolherão as freguesias.

Considera-se que as freguesias estarão cobertas sempre que seja disponibilizado, a 75% da população de cada uma delas, um serviço de banda larga móvel que permita uma velocidade de transmissão de dados de 30 Mbps (velocidade máxima de download). A ANACOM irá ainda aprovar a metodologia para verificação do cumprimento dessas obrigações adicionais de cobertura por parte da NOS, da MEO e da Vodafone Portugal.

PUB

Estas 588 freguesias vêm adicionar-se às 480 freguesias que os operadores móveis ficaram obrigados a cobrir com banda larga móvel na sequência do regulamento do leilão multifaixa no qual licitaram espectro para a 4ª geração móvel (4G).

A ANACOM já aprovou as velocidades de referência que os operadores terão que disponibilizar para efeitos das obrigações de cobertura das 480 freguesias.

Têm agora um prazo de seis meses para assegurarem a cobertura de 50% das 480 freguesias, devendo cobrir a totalidade das freguesias no prazo de um ano.

As freguesias abrangidas no Médio Tejo são, no concelho da Sertã: Cernache do Bonjardim, Cumeada, Marmeleiro, Palhais, Pedrogão Pequeno e Várzea dos Cavaleiros; em Vila de Rei a freguesia de Fundada, em Abrantes a freguesia de Alvega, Bemposta, São Facundo, São Miguel do Rio Torto e Vale das Mós, e, em Constância, a freguesia de Santa Margarida da Coutada.

Em Ferreira do Zêzere, destaque para a freguesia de Chãos, em Mação são referidas as freguesias de Mação, Amêndoa, Cardigos, Carvoeiro e Envendos, e em Ourém, a freguesia de Freixianda.

C/LUSA

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here