Almeirim recebe comando dos “Canarinhos” e comando regional de Lisboa e Vale do Tejo da Proteção Civil

Almeirim recebeu comando dos "Canarinhos" e regional de Lisboa e Vale do Tejo da Proteção Civil. A partir de agora O comando da Força Especial de Emergência e Proteção Civil (FEPC) está também sediado em Almeirim. Foto: CMA

O ministro da Administração Interna anunciou na sexta-feira que Almeirim vai receber o comando nacional da Força Especial de Proteção Civil e o comando regional de Lisboa e Vale do Tejo da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

PUB

Eduardo Cabrita visitou na sexta-feira as novas instalações do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém, a funcionar desde o verão num “campus” situado na Zona Industrial de Almeirim, que acolhe ainda a base nacional da Força Especial de Bombeiros (FEB/“Canarinhos”, que, na nova Lei Orgânica, passa a Força Especial de Proteção Civil), e a Unidade de Reserva Logística Nacional (com um parque de veículos e o armazém de logística), três infraestruturas que representaram um investimento global superior a dois milhões de euros.

Salientando as condições operacionais existentes neste “campus”, o ministro afirmou que estão reunidas as condições para se passar a “uma fase seguinte”, nomeadamente com a colocação do comando nacional da Força Especial de Proteção Civil, “que será reforçada, praticamente duplicando o seu número de elementos relativamente aos meios atualmente existentes”.

PUB

Por outro lado, o espaço receberá, em 2020, o comando regional de Lisboa e Vale do Tejo da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), no âmbito da nova lei orgânica, que prevê um “modelo assente em cinco estruturas regionais de comando” (Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve), declarou.

Eduardo Cabrita afirmou que depois de, nos últimos dois anos, se ter dado “uma resposta imediata a uma situação de emergência” (os fogos de 2017), com “bons resultados”, continuará a ser dada prioridade à limpeza da floresta e à alteração de comportamentos, a par de uma “interligação entre todas as instituições, dotando-as dos meios para uma resposta mais consistente e mais eficaz, com modernas tecnologias e melhores condições para aqueles que trabalham no sistema nacional de proteção civil”.

PUB

O presidente da Câmara de Almeirim, Pedro Miguel Ribeiro (que preside igualmente à Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo), afirmou que o projeto do “campus da proteção civil” começou a ser projetado há 10 anos, tendo acolhido a base da FEB em 2014, a Unidade logística em 2017 e as novas instalações do CDOS este ano, resultando de uma colaboração “profícua” entre o poder local e o Estado central.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here