- Publicidade -

Alcanena | Vereador Hugo Santarém assume cargo de vice-presidente da Câmara Municipal

Na sequência da renúncia de mandato de Maria João Gomez, a presidente da Câmara de Alcanena, Fernanda Asseiceira (PS), nomeou o vereador Hugo Santarém como seu vice-presidente. Compete agora a Hugo Santarém substituir a presidente nas suas faltas e impedimentos.
Esta designação produz efeitos a partir do dia 2 de março de 2021, inclusive. Recorde-se que Maria João Gomez renunciou recentemente ao mandato, alegando razões pessoais. A substituição agora por Hugo Santarém reveste-se de particular significado, uma vez que este já foi apresentado como candidato pelo PS à Câmara de Alcanena nas autárquicas do próximo outono. Fernanda Asseiceira, que vai no seu terceiro mandato, não se pode recandidatar.
Nascido a 4 de Junho de 1978, Hugo Santarém é natural de Casais Robustos, Moitas Venda, onde vive com a esposa e os dois filhos. Licenciado em Geografia, Planeamento e Gestão do Território, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, estudou ainda na Universidade de Oslo, na Noruega, e fez cursos de especialização em diversas instituições, como o Instituto Superior Técnico e o Instituto Geográfico Português, em Sistemas de Informação Geográfica, Urbanismo, na Universidade de Lisboa, ou Sustentabilidade Ambiental e Alterações Climáticas na Fundação Luso-Americana. Foi, ainda, mestrando em Geografia Humana e Planeamento Regional e Local.
Estagiou, em 2003, no Parque Natural das Serras de Aire e dos Candeeiros, participando em projetos de Educação Ambiental, tendo trabalhado depois, de 2003 a 2004, na Câmara Municipal de Porto de Mós, no Gabinete de Sistemas de Informação Geográfica deste Município, de onde saiu para a Câmara Municipal de Alcanena, onde desempenhou funções como Técnico Superior de Geografia, nas áreas dos sistemas de informação geográfica e planeamento e ordenamento do território, até ser eleito vereador, em outubro de 2009.

Desempenha estas funções, desde então, a tempo inteiro.

- Publicidade -

Tendo sempre participado no movimento associativo, é membro da Robustuna Afonsina, grupo de música tradicional portuguesa do Centro Sócio Cultural de Casais Robustos. É militante do PS, desde 1998.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
O seu nome

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).