Alcanena | Olhos de Água, a nascente romântica que quer ser praia e Bandeira Azul (c/vídeo)

Diz a lenda que nos Olhos de Água, a nascente do rio Alviela localizada na freguesia de Louriceira, concelho de Alcanena, uma moira se deixou viver aprisionada por não poder estar junto do seu amor. A Câmara Municipal encontra-se a empreender um conjunto de esforços para que a zona balnear seja efetivamente classificada como “praia fluvial” e venha a obter um dia a Bandeira Azul. Há projetos em curso e uma luta contínua dos mecanismos municipais para travar eventuais focos de poluição.

PUB

Narra a história que uma princesa mourisca se apaixonou por um rapaz pobre, mas o pai não aceitou o romance, querendo antes obrigá-la a casar com outro pretendente. A jovem fugiu de casa, indo abrigar-se numas grutas junto à nascente do rio Alviela.

O rei pediu então a uma bruxa que a localizasse. Todos os dias a feiticeira a visitava e lhe sugeria outros pretendentes, os quais a princesa sempre recusava.

PUB
Banhistas concentram-se junto às margens do rio e desafiam saltos nas zonas mais profundas. Foto: mediotejo.net

Até que um dia o rei, furioso com a desobediência da filha, a condenou a viver eternamente nas grutas. “As tuas lágrimas serão tantas,e tão grossas que os teus olhos se tornarão enormes e para sempre essas lágrimas regarão as terras do Alviela e darão de beber a animais e pessoas”, sentenciou.

Surge desta lenda o nome Olhos de Água, a nascente do rio Alviela, no concelho de Alcanena.

PUB

O espaço não é oficialmente uma praia fluvial, não obstante seja utilizado como tal e possua algumas condições, como um parque de campismo, um café e parque de merendas. O Centro de Ciência Viva do Alviela é outra estrutura que permite dinamizar a envolvente, com atividades diversas relacionados, por exemplo, com a maternidade de morcegos ali existente e a geologia do território.

Nascente dos Olhos de Água encontra-se interdita a banhos, sendo possível mergulhar apenas no rio. Foto: mediotejo.net

Em 2018, o município de Alcanena, através da presidente Fernanda Asseiceira, anunciou que iria começar a monitorizar mensalmente a água da nascente, no objetivo de conseguir reunir condições para que o espaço obtenha a classificação de “praia fluvial” e possa um dia hastear a Bandeira Azul. Não obstante os esforços municipais, nem sempre tem sido possível controlar alguns focos de poluição que desembocam na nascente, provenientes, acredita-se, de descargas ilegais nos algares da serra.

em maio deste ano, o executivo municipal aprovou avançar para uma declaração de interesse público municipal do projeto do parque de estacionamento dos Olhos de Água. Segundo informação municipal, o projeto em causa contempla a requalificação do estacionamento, um passadiço pedonal de ligação entre o estacionamento e a praia fluvial e respetiva estabilização da margem do rio Alviela, com recurso a técnicas de engenharia natural, e a criação de uma ponte pedonal suspensa, de acesso entre a praia fluvial e o campo de jogos na margem esquerda do rio Alviela.

“O projeto está localizado numa zona de grande valor ambiental, hídrico, agrícola e paisagístico, estando o local também abrangido pela Reserva Agrícola Nacional (RAN), pela Reserva Ecológica Nacional (REN),pelo Plano de Gestão do Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros (POPNSAC), pelo Domínio Hídrico e pela Servidão do Canal do Alviela”, adianta a mesma fonte.

“Tendo em conta que a Praia Fluvial dos Olhos de Água é um dos ex-libris do concelho de Alcanena, sendo visitada, sobretudo nos meses de verão, por milhares de pessoas, constitui-se como de efetivo interesse público municipal a valorização e ordenamento do estacionamento existente e a valorização e melhoria das acessibilidades”, afirma.

A elaboração do projeto do parque de estacionamento foi adjudicada à firma EcoSalix –

Sistemas Ecológicos de Engenharia Natural, Lda., pelo valor de 13.955 euros, acrescido de IVA à taxa legal em vigor.

Rio Alviela tem travado uma luta contínua contra focos de poluição e o município tem por tal cada vez mais mecanismos de controlo de qualidade da água Foto: mediotejo.net

O estudo prévio foi aprovado na reunião de câmara de 28 de outubro de 2019. O projeto de execução foi entregue a 12 de abril de 2020, com aprovação condicionada à obtenção dos pareceres vinculativos das entidades externas, encontrando-se a aguardar os pareceres favoráveis de várias entidades.

Solicitada mais informação à Câmara de Alcanena, o mediotejo.net foi informado do plano geral para esta obra. Numa primeira fase será executado o passadiço pedonal, acessível, junto à margem direita do rio Alviela, na ligação entre o estacionamento existente e a praia. Ao mesmo tempo vai ser requalificada e estabilizada a margem direita do rio Alviela, na extensão da implantação do passadiço.

O valor total estimado pelos serviços municipais para o empreendimento é de 121.265,91 euros, com uma comparticipação europeia de 85%  do valor elegível. A previsão atual é que esta tenha início no terceiro trimestre de 2020 e conclusão prevista para o final de 2020.

Posteriormente, ainda sem data definida, vai ser executada a requalificação e ordenamento do estacionamento existente, com um valor estimado de 288.968,07 euros e a ponte pedonal, suspensa, de ligação entre a praia fluvial e o campo de jogos existente na margem esquerda do rio Alviela, com um valor estimado de 74.961,17 euros.

A lotação definida para acesso à zona balnear dos Olhos de Água neste verão de pandemia é de cerca de 300 pessoas. À entrada há seguranças contratados para o efeito. A população concentra-se nas margens do rio, estando interdito o acesso à zona das nascente, dada a perigosidade da mesma. Ainda assim, como verificou o mediotejo.net no local, há quem tente…

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here