Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Agosto 4, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Alcanena | Museu da Boneca está a ser “esquecido” pelo município afirma Rosa Vieira

Rosa Vieira, a proprietária das cerca de 8 mil bonecas do Museu da Boneca, em Alcanena, está insatisfeita com a gestão municipal sobre o espaço, que afirma estar a ser esquecido pelo município. Segundo adiantou ao mediotejo.net, enviou recentemente uma carta à presidência, pedindo o afastamento da vereadora da cultura, Maria João Gomez, responsável pelo Museu. O mediotejo.net abordou a presidente da Câmara, Fernanda Asseiceira, sobre o caso, que se mostrou surpresa com a situação.

- Publicidade -

O Museu da Boneca celebrou recentemente o seu 8º aniversário e Rosa Vieira afirmou ao mediotejo.net que não esteve presente. A colecionadora de bonecas refere que só foi avisada quase em cima do acontecimento, num processo de continuo “esquecimento” em relação ao Museu e ao seu trabalho, sempre como voluntária, e à necessidade da instituição ter um plano de atividades organizado para poder funcionar.

“O que eu quero é que o Museu não esteja parado”, frisou Rosa Vieira, criticando a gestão da vereadora da cultura, Maria João Gomez, que afirma estar “a matar o Museu”. “Elas não me tratam como parceira”, argumenta.

- Publicidade -

O Museu da Boneca foi criado em 2009, antes do executivo de Fernanda Asseiceira, recebendo o espólio de bonecas de Rosa Vieira. Desde essa época que esta trabalha como voluntária, nunca tendo a sua situação ficado regularizada, explica. Nos últimos anos tem-se sentido excluída da gestão da estrutura, que vai ficando gradualmente sem plano atividades. O espaço tem ali a trabalhar, porém, funcionários do município, recebendo cerca de 70 visitantes por mês, escolas e várias doações.

O último passo de Rosa Vieira, adiantou ao mediotejo.net, foi enviar na última semana uma carta ao município, por meio da advogada, em que pede que Maria João Gomez seja afastada da gestão da estrutura e que esta passe para a responsabilidade da presidência. Na segunda-feira, 19 de junho, após a reunião de câmara com ausência da vereadora da cultura, o mediotejo.net abordou Fernanda Asseiceira sobre o tema do Museu.

A presidente da Câmara de Alcanena, no entanto, manifestou-se surpresa com a situação. “Há uma atividade regular” no Museu, comentou, sendo que o município “continua a apoiar” a instituição. Sobre a carta a pedir a transferência de gestão, Fernanda Asseiceira informou ainda não ter conhecimento da mesma, admitindo porém que ainda não lera todo o correio e que a missiva poderia estar por abrir.

Segundo Rosa Vieira o município tem agora um período para se pronunciar sobre a carta, sendo que a colecionadora vai ficar a aguardar que se tome uma posição sobre a atual gestão do Museu da Boneca.

Já não é a primeira vez que a responsável realiza estas críticas à Câmara Municipal, tendo chegado a estar presente numa assembleia municipal em 2011 onde expôs o problema. Na altura alertou que o espólio não tinha seguro e que o executivo de Fernanda Asseiceira se estava a desinteressar do projeto. O momento gerou alguma troca de acusações, acabando Rosa Vieira e o marido por abandonar a sessão.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome