Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Agosto 4, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Alcanena | Maus cheiros estão de regresso ao concelho

O mau cheiro tem regressado ao concelho de Alcanena, com a denúncia a ser feita pela bancada da CDU durante a assembleia municipal de 19 de abril, quarta-feira. Souzel Frazão (CDU) pediu uma atitude peremptória da Câmara Municipal junto da AUSTRA, que gere a ETAR do concelho, mas o problema parece ter origem desconhecida e, eventualmente, criminosa.

“O mau cheiro tem sido intenso nos últimos dias, nas últimas semanas”, começou por referir Souzel Frazão. “Lamento que depois de tanto investimento (…) mas aquilo que é tirado dos tanques não pode estar a ser bem tratado”, alertou, pedindo uma posição mais assertiva do município junto da AUSTRA.

No entanto, segundo o vereador Hugo Santarém (PS), que representa o município na AUSTRA, o alerta já foi dado junto da entidade, que também está preocupada com a situação. Neste momento, referiu, ainda se está a tentar identificar qual a origem dos maus cheiros.

Já o presidente da Assembleia, Silvestre Pereira, constatou que se tratará de um problema de fiscalização, apelando à população que se una para identificar os prevaricadores. “Uma ou duas maçãs podres podem pôr em causa uma cesta boa”, refletiu. “Isto é grave!”, frisou, referindo que as pessoas têm que se consciencializar que este tipo de práticas são ilegais.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome