Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Outubro 20, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Alcanena | Inquérito quer analisar quais os contextos de saídas noturnas no concelho

O município de Alcanena foi um dos três concelhos do Médio Tejo (incluindo Abrantes e Tomar) que aderiram ao projeto “Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal”, uma iniciativa apoiada por fundos comunitários que tem por objetivo contribuir para o aumento da segurança e qualidade de vida nos contextos recreativos noturnos na região centro do país. A partir desta sexta-feira, 21 de setembro, vai circular por várias instituições e estabelecimentos comerciais do concelho um inquérito que pretende analisar os contextos de saídas noturnas locais, por forma a definirem-se ações de prevenção para situações de risco.

- Publicidade -

O projeto foi apresentado na Câmara de Alcanena na quinta-feira, 20 de setembro, na presença de cerca de uma dezena de representantes de instituições de algum modo relacionadas com a vida noturna. A equipa do projeto deu a conhecer as motivações que estiveram na origem da iniciativa, com especial foco na realidade noturna de Coimbra, e as ações definidas de prevenção e sensibilização que podem ser levadas a cabo mediante os contextos dos municípios aderentes.

A população alvo são os jovens e população que frequenta espaços de diversão noturna. Drogas, álcool, sexo sem proteção, violência, vandalismo, acidentes de viação, ruído e até problemas precoces de saúde mental são algumas das consequências identificadas entre quem frequenta espaços de recreação noturna, que muitas vezes, como foi mencionado, não se restringem a bares ou discotecas e podem desenrolar-se em edifícios isolados, onde se junta um alargado número de pessoas.

- Publicidade -

A metodologia desta equipa passa por trabalhar em rede, unindo todas as instituições num esforço comum de prevenção e empoderamento comunitário. Assim, nos municípios aderentes, um inquérito com alguns questões vai ser distribuído numa primeira fase, por forma a identificar as preocupações daquela comunidade. A partir daí vão definir-se estratégias de ação.

Conforme enumerou um dos elementos da equipa, Fernando Mendes, existem vários planos de intervenção. Criar um Observatório “Noite Saudável das Cidades”, desenvolver estratégias em conjunto com os profissionais de estabelecimento de diversão noturna, jornalistas, desportistas, forças de segurança, estudantes do ensino básico e secundário, escolas, famílias ou professores estão entre as propostas. A equipa possui vários sub-projetos que podem ser aplicados consoantes as realidades encontradas e as fragilidades mais evidenciadas.

Apesar de Alcanena não ter propriamente vida noturna, o Fórum da Juventude da última semana, conforme constatou o vereador Hugo Santarém, foi demonstrativo de que os jovens do concelho estão bastantes despertos para algumas das suas particularidades. “Não temos a infraestrutura da noite, mas eles aprendem”, evidenciou, nomeadamente a beber.

Esta realidade foi constatada por alguns dos presentes, como o DJ Bruno Patrício, que narrou um pouco do que vai encontrando na noite, nomeadamente situação de menores de idade que já abusam do álcool. Da parte da GNR ficou a sugestão para que num próximo Fórum da Juventude se arranjem alguns mecanismos de limitação de venda de álcool.

A equipa do “Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal” regressa a Alcanena assim que, após os inquéritos, tiver um diagnóstico da realidade. Os dados gerais deste trabalho serão apresentados no Fórum Noite Saudável das Cidades do Centro de Portugal, que está agendado para abril de 2019.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome