Alcanena | Funerais limitados a 10 pessoas com urna fechada

foto mediotejo.net

A Câmara de Alcanena anunciou esta quarta-feira, 24 de março, as medidas a aplicar no concelho em termos de velórios e funerais e que passam pela admissão de um número máximo de 10 pessoas em funerais de cidadãos não infetados. Para os funerais cujas pessoas estiveram confirmadas com Covid-19 aplica-se a recomendação da DGS, não sendo permitidas pessoas no funeral.

PUB

PUB

Para todos os funerais, não se devem realizar velórios e cortejos a pé até ao cemitério, sendo o mesmo efetuado exclusivamente em veículo próprio.

Devido à pandemia Covid-19, foram assim determinadas novas regras para a realização de funerais, em Portugal, estando a mesma condicionada à adoção de medidas organizacionais que garantam a inexistência de aglomerados de pessoas e o controlo das distâncias de segurança.

PUB

O município de Alcanena determinou: o número máximo de participação em funeral de falecidos não infetados por SARS-CoV-2, (COVID19), é fixado em 10 pessoas, que se devem manter a uma distância de, pelo menos, dois metros umas das outras, devendo estas ser os familiares mais próximos, excluindo os trabalhadores da agência funerária e do município, ou por este contratados, que deverão ser no número mínimo e estritamente necessário, para a realização dos procedimentos habituais.

Os familiares devem cumprir integralmente as instruções recebidas pelas Autoridades de Saúde; deverão ser registados os nomes e contactos dos presentes, de forma a permitir um fácil e rápido contacto pelas autoridades de saúde, num possível foco de contágio epidemiológico, sendo que esse registo pode ser efetuado pelas agências funerárias.

Fica ainda proibida a aglomeração de pessoas, devendo ser garantido o distanciamento social, garantindo o distanciamento mínimo entre pessoas de dois metros e a permanência no local pelo tempo estritamente necessário.

Durante o funeral, a urna deverá manter-se fechada e recomenda-se que as pessoas dos grupos mais vulneráveis não participem nos funerais e reitera-se que os familiares e agentes funerários devem cumprir integralmente as instruções recebidas pelos trabalhadores do Município e orientações da DGS.

PUB
APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser), através do IBAN PT50001800034049703402024 (conta da Médio Tejo Edições) ou usar o MB Way, com o telefone 962 393 324.

PUB

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here