Alcanena | Fernanda Asseiceira vai apresentar queixa por difamação e ameaça à integridade física

Fernanda Asseiceira, presidente da CM Alcanena. Foto: mediotejo.net

As queixas das últimas semanas devido ao mau cheiro em Alcanena terão passado dos limites. A presidente da Câmara, Fernanda Asseiceira (PS), adiantou na reunião camarária de segunda-feira, 20 de julho, que recebeu uma mensagem que interpretou como uma ameaça à sua integridade física. As sucessivas críticas à poluição culpando a sua pessoa também terão ultrapassado as marcas. A presidente afirmou assim que está a preparar uma queixa ao Ministério Público por difamação e ameaça à integridade física.

PUB

A reunião arrancou com a oposição dos Cidadãos por Alcanena, através de Gabriel de Oliveira Feitor, a questionar a presidente sobre a nova onda de maus cheiros que se tem feito sentir no concelho e motivou já várias queixas nas redes sociais e inclusive a marcação de uma manifestação para sexta-feira, 24 de julho. Fernanda Asseiceira deu algumas explicações sobre o que se terá sucedido, culpando em grande medida a tradicional prevaricação dos industriais de curtumes.

Afirmando a total transparência do município sobre o tema, contestou as “ondas difamatórias” constantes e uma “ameaça” que recebeu à sua “integridade física”. Adiantaria assim que preparava uma queixa ao Ministério Público por difamação e ameaça.

PUB

“As pessoas deviam estar ao lado da Câmara Municipal, não a acusar sempre a presidente da Câmara Municipal. Tem sido sempre o objetivo”, afirmou a presidente. A autarca lembrou que tudo fez, inclusive enfrentar os industriais de curtumes, para defender o concelho e é sempre a sua figura que é escrutinada de cada vez que surge uma onda de maus cheiros.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here