- Publicidade -

Terça-feira, Janeiro 18, 2022
- Publicidade -

Alcanena | Eleitos de Malhou Louriceira e Espinheiro iniciam conversações

Depois de mais uma assembleia de freguesia em que a lista proposta pelo presidente de junta de Malhou, Louriceira e Espinheiro, Luís Cândido, para formar executivo foi chumbada por maioria, partiu do movimento Cidadãos por Alcanena a sugestão de uma reunião interna entre os eleitos para definir soluções. Na sexta-feira, 3 de novembro, decidiu-se avançar com o diálogo antes de se agendar nova sessão da assembleia, por forma a resolver o impasse governativo.

- Publicidade -

O PS foi a lista vencedora nas autárquicas da união de Malhou, Louriceira e Espinheiro, concelho de Alcanena, mas obteve um empate em número de eleitos com os Cidadãos por Alcanena, ou seja, quatro para cada. A CDU também elegeu um vogal, que tem votado sempre do lado dos Cidadãos, recusando a lista a executivo apresentada por Luís Cândido, que inclui apenas eleitos do PS. O autarca não aceita outra lista e a oposição quer negociar um executivo com maior representatividade dos resultados eleitorais.

Na noite de 3 de novembro, pela terceira vez, Luís Cândido sugeriu os nomes de Lina Louro e Armando Pereira para secretária e tesoureiro e esta foi novamente recusada, com cinco votos contra e quatro favoráveis. Elsa Pereira (Cidadãos por Alcanena) tomou então a palavra e referiu que nunca foi contactada diretamente por elementos do atual executivo da junta, apenas por representantes do partido. “Parece que estamos aqui a medir forças, quando o objetivo não é esse”, frisou, sugerindo interromper a assembleia para uma reunião interna e “colocar as cartas na mesa”.

- Publicidade -

Luís Cândido anuiu, comentando que tinha a mesma proposta e o desejo de encontrar uma solução. Os eleitos estiveram reunidos à porta fechada durante cerca de uma hora, mantendo-se o público a aguardar no salão nobre.

“Felizmente conseguimos conversar”, anunciou o presidente de junta após o regresso à sessão, referindo porém que ainda não há solução, devendo-se realizar nova reunião interna no decorrer da próxima semana. A assembleia de freguesia fica assim com data por definir.

- Publicidade -

De recordar que não tendo sido eleito o executivo da junta, também permanece por votar a mesa da assembleia de freguesia.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome