Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Terça-feira, Agosto 3, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Alcanena: EFCA celebra 20 anos com promessa de alargamento do parque desportivo

A Escola de Futebol do Concelho de Alcanena (EFCA) celebrou no sábado, 8 de outubro, os 20 anos da sua formação. Com cerca de 150 alunos, dos 5 aos 16 anos, a estrutura tem ganho fama e dimensão ao longo das últimas décadas, sendo considerada uma “referência” no distrito de Santarém. Ao mediotejo.net, o presidente da junta de Bugalhos, Luís Ramos, adiantou que a freguesia se prepara para apostar em obras de requalificação e construção de um novo campo de futebol, uma vez que o existente já não consegue responder às necessidades.

- Publicidade -

O dia foi marcado por um conjunto de jogos e um lanche ao final da tarde, onde se cantaram os Parabéns e cortou-se o bolo de aniversário. José Carlos Santos, presidente da EFCA, salientou ao mediotejo.net que mais que preparar jogadores de futebol, a escola compromete-se em “formar homens” aptos para a vida em sociedade. “O grande lema desta escola é preparar o futuro. O nosso grande lema é ajudar a formar homens. Não estamos muito preocupados em formar futebolistas, porque todos eles podem ser futebolistas”, explicou.

ESCA forma crianças dos 5 aos 16 anos. FOTO: mediotejo.net
ESCA forma crianças dos 5 aos 16 anos. FOTO: mediotejo.net

- Publicidade -

O responsável explicou que a EFCA é sobretudo uma “escola de formação” e que se procura ter uma espaço inclusivo que ajude as crianças a crescerem, apostando-se também na vertente social. Até ao momento ainda não houve nenhum jogador de futebol de destaque nacional a ter-se iniciado na EFCA, mas há vários jovens em equipas de futebol pelo país. “Queremos que eles sejam cristianos ronaldos e messis, se não for no futebol que sejam cristianos ronaldos e messis na vida profissional”, sublinhou, explicando que muitos acabam por optar pelos estudos quando chegam aos 16 anos.

A EFCA subsiste através de um contrato programa com a câmara, com um apoio estimado pelo número de atletas, mas também com patrocínios de empresas e indústria local, para além do apoio dos pais dos jogadores. O parque desportivo é da junta de Bugalhos, que também contribui. Durante o aniversário também o presidente da junta de Alcanena e Vila Moreira, António Frazão, entregou um apoio monetário a José Carlos Santos, referindo que apesar da escola ser em Bugalhos é de todo o concelho e a sua autarquia tem procurado ajudar sempre que é necessário.

Com uma avaliação positiva de duas décadas de trabalho, José Carlos Santos referiu ainda que a EFCA é uma “referência no distrito” e que o trabalho de formação é reconhecido pelas equipas. “Muitas das ações que fazemos são copiadas por outros clubes, sinal que estamos a trabalhar bem”, referiu.

Já Luís Ramos adiantou ao mediotejo.net que a autarquia pretende avançar no próximo ano com um conjunto de obras no parque desportivo, que se torna pequeno para as suas necessidade de utilização. Um segundo campo, mais estacionamento e melhorar bancadas e WCs estão nos planos. “Temos que ter estas preocupações em todas as valências”, explicou, referindo que se vai procurar apoio em programas comunitários e ao município.

Autarcas e Associação de Futebol de Santarém compareceram ao aniversário. FOTO: mediotejo.net
Autarcas e Associação de Futebol de Santarém compareceram ao aniversário. FOTO: mediotejo.net

Em representação da Câmara Municipal, o vereador Hugo Santarém anunciou ao público presente que já foi lançado o desafio para que uma equipa nacional jogue em Alcanena. Salientava assim que para haver uma seleção nacional campeã da Europa são necessárias estruturas como a EFCA a formar os mais novos.

Presente também na ocasião, o presidente da Associação de Futebol de Santarém considerou a EFCA um “projeto de referência na formação dos mais jovens”.

O aniversário da EFCA reuniu no parque desportivo de Bugalhos algumas centenas de pais e crianças, num espaço que é considerado pelos locais como um dos grandes pontos da vida social da freguesia.

 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

1 COMENTÁRIO

  1. Boa tarde!

    “para que uma equipa nacional jogue em Alcanena”? Não terá querido dizer “jogue pela EFCA”? Penso ser do vosso conhecimento que existem equipas nacionais a jogar em Alcanena.
    Sugiro, ainda, que analise o símbolo da EFCA no que diz respeito à data de fundação; serão mesmo 20 anos?!
    Agradeço-lhe o seu tempo!

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome