Alcanena | Concurso de 2 milhões para obra de Centro Escolar ficou vazio

reunião de 4 de setembro de 2017 Foto: mediotejo.net

O concurso para a obra do novo Centro Escolar de Alcanena, cujo preço base era de cerca de 2,4 milhões de euros, só teve um concorrente, que acabou não entregar os documentos necessários para formalizar o contrato com o município. A situação surpreendeu o executivo de Alcanena e obrigou a reajustes no orçamento, com o preço base a ser reavaliado em 3 milhões e a atrasar o prazo da obra.

PUB

A caducidade da adjudicação, devido à desistência do único concorrente, e relançamento do concurso público foram à reunião camarária de 4 de setembro, segunda-feira. O preço base inicial situava-se nos 2,4 milhões, mas mesmo assim não houve interessados.

A peripécia surpreendeu o vereador Rui Anastácio (PSD-CDS) que o admitiu perante o executivo, tendo sido informado que há concursos a ficar desertos. A presidente da Câmara, Fernanda Asseiceira, não soube explicar a que se deveu o desinteresse geral e desistência do único concorrente, mas comentou que o elevado número de obras públicas a decorrer, juntamente com a crise, que fechou muitas empresas de construção, pode ter contribuído para este cenário.

PUB

No decorrer da reunião aprovou-se também o lançamento do novo procedimento para a empreitada do Centro Escolar de Alcanena, aumentando-se o preço base em cerca de 600 mil euros, o que ascende o valor para 3 milhões. Com este novo processo também fica atrasada a concretização, agora enquadrada nos anos 2018/2019.

 

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here