- Publicidade -

Sábado, Janeiro 22, 2022
- Publicidade -

Alcanena com voto de pesar pelo falecimento de Luís Pedro, dirigente escutista

A Câmara Municipal de Alcanena deliberou por unanimidade, em reunião de executivo, a atribuição de um voto de pesar, seguido de um minuto de silêncio, em homenagem ao dirigente escutista Luís Miguel Carvalho Pedro, falecido no dia 8 de julho, aos 48 anos de idade.
Refere o texto do voto de pesar que “Luís Miguel Carvalho Pedro, nascido em Alcanena a 10 de dezembro de 1971, ingressou no Escutismo Católico no ano de 1985, data da fundação do Agrupamento 867 de Alcanena. Efetuou a promessa de Pioneiro a 7 de dezembro de 1986 e a de Caminheiro em 4 de fevereiro de 1990, período durante o qual participou em várias atividades Regionais. Em dezembro de 1994 fez a promessa de dirigente e começou a contribuir para a formação das crianças e jovens de Alcanena, participando em atividades regionais e inter-regionais como as Margaridas, entre outras”.
“Foi nomeado Chefe de Agrupamento do 867 Alcanena no ano de 1996. Convidado para fazer parte da equipa da Junta Regional, exerceu funções durante 12 anos, inicialmente como Secretário e nos anos seguintes como Chefe Regional Adjunto. Tirou o Curso de Adjuntos de Formadores e o Curso de Diretor de Formação, o que lhe permitiu, desde esse momento, contribuir para a formação de centenas de dirigentes da Região de Santarém”, refere a mesma nota.
“Em 2012 decidiu por sua vontade voltar para o Agrupamento Mãe que tanto necessitava de reforço a nível de dirigentes, desempenhando as funções de Chefe de Unidade e de Chefe de Agrupamento Adjunto. No Agrupamento de Alcanena voltou a exercer funções de Chefe de Agrupamento de 2017 até à data do seu falecimento”, recorda.
“Ao longo da sua vida, enquanto escutista, recebeu várias distinções a nível regional tais como: Nó de Mérito em 1995, Louvor Regional; Cruz de S. Jorge Bronze (3ª classe), em 2002 e a Cruz de S. Jorge Prata (2ª classe), em 2011”, enumera.
“Durante a sua caminhada escutista empenhou-se na participação de várias atividades locais, regionais, nacionais e internacionais, dando especial destaque às celebrações de S. Jorge, em Alcanena, nos anos de 1996 e de 2012, atividade regional nos Pirinéus, em 2002, sendo o ponto forte a atividade internacional em que teve oportunidade de levar o Agrupamento de Alcanena à Ilha de Brownsea, Londres, onde foi efetuado o primeiro acampamento escutista pelo Fundador, Baden Powell”, conclui.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome