Alcanena | Centro Ciência Viva do Alviela brindou a 12 anos de sensibilização ambiental

Centro Ciência Viva do Alviela brindou a 12 anos de sensibilização ambiental. Foto arquivo: mediotejo.net

O Centro Ciência Viva do Alviela (Carsoscópio), em Alcanena, comemorou o seu 12º aniversário no domingo, dia 15 de dezembro, tendo brindado a um trabalho contínuo de sensibilização ambiental e oferecido entrada gratuita nas suas exposições durante todo o dia. O CCV Alviela nasceu em 2007 em consequência de um projeto prévio, dos anos 90, para um centro de interpretação das nascentes do Alviela, ao qual se associou a Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica.

PUB

Instalado na praia fluvial dos Olhos de Água, na ex-freguesia de Louriceira, concelho de Alcanena, o Centro tem tido nos últimos anos uma forte dinâmica didática e científica, que o tem aproximado da população. A encabeçar esta transformação está a diretora, Paula Robalo, em estreita articulação e apoio do município ao projeto. Num concelho conhecido por uma certa tradição em problemas ambientais, o CCV Alviela, ou Carsoscópio, está há 12 anos a trabalhar pela consciência científica, com uma forte componente de sensibilização ambiental.

O CCV Alviela nasceu em 2007 em consequência de um projeto prévio, dos anos 90, para um centro de interpretação das nascentes do Alviela, ao qual se associou a Ciência Viva – Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica. A associação foi formalmente constituída em 2011, integrando a Câmara de Alcanena, a Ciência Viva, o Instituto Politécnico de Leiria e o Instituto para a Conservação da Natureza e da Floresta (ICNF). O financiamento do espaço parte da bilheteira e do próprio município.

PUB

O objetivo é sempre promover o Centro e a divulgação científica, seja com debates sobre drones ou espécies raras em vias de extinção, seja como iniciativas mais lúdicas, como os Bailes dos Morcegos, por exemplo. Há ainda as saídas de campo, onde os passeios noturnos para ver morcegos são dos mais característicos deste Centro. Anualmente, o espaço recebe em média 17 mil visitas, a maioria de escolas.

Centro de Ciência Viva do Alviela esteve em festa no domingo celebrando o 12º aniversário. Foto: CMA

O espaço esteve em festa no domingo celebrando o 12º aniversário e acolheu um Café de Ciência subordinado ao tema ‘A árvore e a estrela de Natal’, no qual o astrónomo Máximo Ferreira, Diretor do Centro Ciência Viva de Constância, e Pedro Bingre, Professor da Escola Superior Agrária de Coimbra (Instituto Politécnico de Coimbra), falaram sobre a árvore de Natal e a estrela de Natal.

PUB

Após o Café de Ciência, cantaram-se os parabéns, sopraram-se as velas do bolo de aniversário e brindou-se aos 12 anos de promoção da cultura científica, em Alcanena.

Paula Robalo, diretora do Centro de Ciência Viva do Alviela. Foto: mediotejo.net

As comemorações do 12º aniversário do Centro Ciência Viva do Alviela contaram com as presenças da presidente da Câmara Municipal de Alcanena, Fernanda Asseiceira, do vereador Hugo Santarém, do presidente da Assembleia Geral do CCVA, José Alho, da diretora executiva do CCVA, Paula Robalo, da diretora do Centro Ciência Viva de Proença-a-Nova, Edite Fernandes, de representantes dos associados do CCVA, nomeadamente Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas e Instituto Politécnico de Leiria, da presidente da Junta de Freguesia da União das Freguesias de Malhou, Louriceira e Espinheiro, Lina Louro, e de elementos da equipa do CCVA, além de amigos e visitantes.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here