Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quinta-feira, Outubro 21, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Alcanena | Bugalhos mete produtores da região a exportar toneladas de chícharos

A junta de freguesia de Bugalhos, em Alcanena, na sequência da sua promoção dos chícharos da freguesia com um Festival, um conjunto de produtos confecionados com chícharo e o registo da marca “Terras de Chícharo”, foi contactada em setembro por uma empresa de import-export do Uruguai. Depois de uma visita aos produtores locais que acabou por se alargar à região, cerca de três toneladas de chícharo locais já vão a caminho da América Latina e o investimento internacional parece ser para continuar.

- Publicidade -

Foi com surpresa que José Luís Ramos, presidente de Bugalhos, recebeu uma chamada do Uruguai em setembro, com a proposta de uma importação de chícharo. O país, segundo explicaram ao presidente, tem tradição de produção de chícharo, nomeadamente para farinhas culinárias, mas as alterações climáticas têm tido efeitos negativos na produção.

“Explicaram que já trabalham com várias empresas em Portugal e a ideia do chícharo é porque também produzem farinha de chícharo”, disse na ocasião o autarca ao mediotejo.net. José Luís Ramos acabaria por convidar os representantes da empresa a visitarem a freguesia e a conhecerem os produtos à base de chícharo locais, lançando o apelo aos produtores interessados para que dessem conta do que tinham disponível para vender.

- Publicidade -

Doces à base de chícharo são uma das atrações do Festival do Chícharo de Bugalhos. Foto arquivo: mediotejo.net

Entretanto, segundo adiantou o presidente ao nosso jornal, a visita já se efetivou, alargando-se a produtores além de Bugalhos e correndo a região envolvente. A primeira exportação de chícharo local para o Uruguai foi de cerca de três toneladas, um volume que “não é assim muito”, mas que dá início ao processo e permite ao país americano retomar a produção das suas farinhas de chícharo.

José Luís Ramos adiantou ainda que a empresa do Uruguai levou também algumas amostras dos produtos da “Terras de Chícharo”, nomeadamente de doçaria, numa tentativa de se conseguir promover essa exportação.

Apresentação tradicional de um prato de chícharos com bacalhau. FOTO: mediotejo.net

O negócio deste outono com os chícharos deixou os produtores “muito satisfeitos”, salientou o autarca, referindo que atualmente já há mais pessoas interessadas em começar a produzir chícharo, sendo que possivelmente o cultivo desta leguminosa irá crescer. A junta de Bugalhos entretanto afastou-se da negociação, considerando que não se deveria envolver, e, por tal, desconhece os preços que foram praticados. Mas “foi sempre apelado a que viessem com um preço competitivo”, comentou José Luís Ramos, por forma a que haja futuro para o negócio.

A empresa em causa chama-se Compañia de Índias e tem página online, com morada em Montevideo (Uruguai) e contacto telefónico e email. O mediotejo.net contactou a instituição  por email a fim de conhecer o seu historial e a tradição do chícharo naquele país, não tendo recebido resposta até à data da publicação desta notícia.

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome