Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Setembro 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Alcanena: Bugalhos avança com marca “Terras de Chícharo”

Um gelado e bombons de chícharo são as propostas da junta de freguesia de Bugalhos para uma nova marca associada a esta leguminosa, a “Terras de Chícharo”. O processo já avançou, afirmou ao mediotejo.net o presidente daquela autarquia, José Ramos, após uma cerimónia de celebração dos 797 anos da formação da freguesia, domingo, 15 de maio. O momento – arranque de um período comemorativo que irá culminar nos 800 anos – serviu ainda para homenagear antigos presidentes de junta.

- Publicidade -

Bugalhos reuniu-se em festa para celebrar mais um aniversário, antevendo-se um conjunto de iniciativas nos próximos três anos que pretendem marcar os oito séculos da freguesia. Admitindo que se vai recandidatar à presidência da autarquia no próximo ano, José Ramos está a avançar com o registo da marca “Terras de Chícharo”, um prolongamento do já conhecido Festival do Chícharo, o qual iniciou há seis anos.

Questionado se o projeto não entra em conflito com os congéneres de Alvaiázere e Santa Catarina da Serra, ambos no distrito de Leiria, José Ramos admite que já não se podem afirmar “Capital do Chícharo”, nome reconhecido a Alvaiázere, mas a marca “Terras” possibilita o registo dos bombons de Bugalhos, desenvolvidos no Festival, e o gelado, uma receita do próprio presidente, que o criou em família.

- Publicidade -

Em Bugalhos existe uma produção própria de chícharo, cultivo que a junta tem vindo inclusive a incentivar aos locais. A marca será “um processo até extremamente simples. Optámos por criar um nome associado a vários produtos” e cujo processo burocrático já está em desenvolvimento. No Festival de Chícharo deste ano, com data ainda a marcar para finais de Outubro, será apresentado novo produto à base de chícharo, ainda em segredo.

Nos 797 anos de freguesia, o mediotejo.net questionou ainda José Ramos sobre os seus projetos para a autarquia. “Manter as infraestruturas; alargar o parque logístico, para que venham mais indústrias; gostaria muito de fechar o Plano Diretor Municipal; manter a qualidade de vida das populações, preservando o rio Alviela”, afirma. A respeito do último tópico, José Ramos adiantou que existem várias candidaturas lançadas para a preservação das margens e da limpeza do rio ALviela, mas que se encontram à espera de decisão.

Durante as celebrações foi ainda apresentado um pequeno livro, da autoria dos historiadores José Gabriel Henriques e Gabriel Feitor, sobre a história de Bugalhos. Fundada em 1219, Bugalhos foi agregada ao concelho de Alcanena em 1914. Compreende os lugares de Filhós, Pousados e Casais Romeiros, sendo que é neste freguesia que se situa a Base do Intermarché, um dos maiores empregadores a nível municipal. Tem uma área de 127 km2 e cerca de mil habitantes.

 

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome