- Publicidade -

Quinta-feira, Janeiro 27, 2022
- Publicidade -

Águas do Ribatejo apela à moderação no uso de água da rede pública

Na sequência do aviso emitido pelo IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera), no que se refere ao aumento da temperatura para os próximos dias, com valores acima dos 40 graus em algumas zonas, a Águas do Ribatejo apela à moderada utilização de água da rede pública.

- Publicidade -

“Pede-se à população que elimine o uso supérfluo da água da rede pública de abastecimento, tratada para o consumo humano e restrinja o consumo ao estritamente necessário. Desta forma solicita-se que evite regar; lavar pátios, telhados, passeios, ruas ou carros; encher piscinas ou tanques”, refere a Águas do Ribatejo em nota de imprensa.

A instituição salienta que a moderação é essencial para “uma maior disponibilidade nas suas reservas de abastecimento para dar resposta às solicitações do combate a incêndios sem colocar em causa o abastecimento público de água em zonas onde as populações são tendencialmente idosas e mais sujeitas a problemas de saúde em ondas de calor”.

- Publicidade -

“Foram reforçadas as campanhas de sensibilização junto dos consumidores industriais, comerciais e domésticos num apelo ao consumo moderado e responsável de modo a evitar constrangimentos e eventuais falhas no abastecimento”, pode ler-se na mesma informação.

A AR – Águas do Ribatejo E.M. S.A., é uma empresa Municipal, constituída sob a forma de uma Sociedade Anónima. O seu capital é 100% público, e é detido pelos Municípios de Almeirim, Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche, Salvaterra de Magos e Torres Novas.

- Publicidade -

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome