Abrantes/Ourém | Thomás Matafome e Sandra Silva nas concelhias do CDS-PP

Eleições decorreram a 29 de outubro e novos líderes já preparam as autárquicas. FOTOS: D.R.

Thomás Matafome, 26 anos, e Sandra Nunes da Silva, 44 anos, são os novos líderes concelhios do CDS-PP de Abrantes e Ourém. As eleições decorreram dia 29 de outubro e ambas as comissões políticas começam agora a preparar as autárquicas de 2017. Apesar da liderança, nenhum dos dois dirigentes se assume como candidato às respetivas Câmaras Municipais.

PUB

Para Thomás Matafome, líder da lista única à comissão política concelhia do CDS de Abrantes, a grande surpresa foi sobretudo a afluência de votantes que uma eleição sem concorrência originou. Admitindo que, devido à sua idade, teve alguns receios quanto à sua receptividade no seio da concelhia, foi surpreendido pelo entusiasmo com que foi recebido. “Tive muita energia positiva”, confessou.

Com 26 anos, natural de Abrantes, Thomás Matafome é formado em Gestão Hoteleira, trabalhando atualmente como técnico imobiliário. Desde 2010 que está ligado ao CDS, tendo sido presidente da Juventude Popular de Abrantes.

PUB

“Este ano é um ano importante”, frisou, recordando que esteve na coordenação das últimas autárquicas e quis voltar a viver esse desafio de participação cívica, esperando que o CDS-PP consiga eleger, pelo menos, um vereador para o executivo municipal. Não se assume como candidato e salienta que, em princípio, não o será, mas as possibilidades permanecem em aberto.

Para já as prioridades do CDS-PP de Abrantes centram-se na discussão do combate à ruralidade e à desertificação, assim como a criação de mecanismos que consigam atrair e manter a população jovem. O programa às autárquicas deverá surgir deste debate e da identificação de elementos que estejam disponíveis para concorrer aos cargos nas juntas de freguesia e Câmara Municipal.

PUB

Já Sandra Nunes da Silva, advogada natural de Vilar dos Prazeres, Ourém, retorna à casa que já liderou e com a qual concorreu às autárquicas de 2005 à Câmara Municipal. “Faço parte da assembleia municipal e tenho acompanhado as lides” da mesma, explicou ao mediotejo.net, tendo sido estimulada por alguns elementos da concelhia a tornar a candidatar-se à liderança. A vitória foi folgada, por 2/3 dos votos, mas a autarca salientou que aceitaria qualquer resultado.

A nova equipa já reuniu no último sábado, 5 de novembro, e começa agora a preparar as autárquicas de 2017. “A prioridade é fazer uma avaliação de como está o partido no concelho”, referiu, reunindo com os vários militantes e tentando captar mais elementos, além de se organizar melhor internamente.

Apesar dos antecedentes, Sandra Nunes da Silva não adianta se será a candidata pelo CDS-PP à Câmara de Ourém. “Para já é muito cedo. Ainda vamos discutir internamente o que queremos fazer”, referiu.

APOIE O NOSSO JORNAL, TORNE-SE UM LEITOR BENEMÉRITO

Se lê regularmente as nossas notícias torne-se um leitor benemérito fazendo contribuições a partir de 10€/mês, ou doando valores iguais ou superiores a 100€. Esses leitores passam a constar da ficha-técnica como apoiantes deste projeto independente de jornalismo. Pode também fazer uma contribuição pontual (5€, 10€, 20€, o que puder e quiser).

pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here