Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sexta-feira, Julho 23, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Abrantes/Incêndios | Bombeiros pré-posicionados em Alerta Laranja até domingo (C/VIDEO)

Na sequência do aviso feito pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera relativamente ao risco de incêndio florestal nos próximos dias, a Autoridade Nacional de Proteção Civil ativou o Alerta Laranja até às 24.00 horas de domingo, dia 16 de julho. Com base neste alerta, o comando dos Bombeiros Voluntários de Abrantes avançou com meios pré-posicionados nas zonas norte e sul do concelho de Abrantes.

- Publicidade -

Em declarações ao mediotejo.net, o comandante dos Bombeiros de Abrantes,  António Manuel de Jesus, disse que “nos dias de risco de incêndio elevado e muito elevado, e em situações de Alerta Laranja, são colocados vários meios em pré-posicionamento nas zonas mais vulneráveis do concelho. Neste momento estão veículos e operacionais nas freguesias do Carvalhal e Fontes, percorrendo toda a zona norte concelhia, bem como na freguesia do Rossio ao Sul do Tejo, para que possam fazer face a qualquer ocorrência na zona sul”, explicou.

O mediotejo.net acompanhou por uns momentos a ação das equipas pré-posicionadas a norte do concelho, que conta com um Veículo Florestal de Combate a Incêndios (VFCI) com cinco elementos, um Veículo com Equipamento Técnico de Apoio (VETA), com cinco homens, e uma brigada dos sapadores florestais.

- Publicidade -

Equipa de Bombeiros pré-posicionada na região do Carvalhal, zona norte de Abrantes Foto: mediotejo.net

Estas equipas pré-posicionadas têm como função identificar focos de incêndio e dar resposta o mais rápido possível caso surjam ocorrências/ignições, para além de “tranquilizar a população” que vive naquelas zonas.

O comandante dos bombeiros esclareceu que “o tempo máximo ideal para se conseguir apagar o incêndio, logo que ele deflagra, é de 10 minutos. A primeira intervenção é essencial e decisiva para que o incêndio não se propague”, vincou.

O Alerta Laranja atribui-se a um risco elevado de incêndio e é o terceiro nível numa escala de quatro, sendo o mais elevado o Vermelho. É ativado apenas pela Autoridade Nacional de Proteção Civil.

O país encontra-se neste momento na fase mais crítica relativa aos incêndios florestais. Nesta fase “Charlie”, que começou a 1 de julho e se prolonga até 30 de setembro, o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais (DECIF) é constituído por 9.740 elementos, 2.065 veículos dos vários agentes de Proteção Civil presentes no terreno e até 48 (quarenta e oito) meios aéreos.

* Isabel Viegas

Vinicius Alevato, 30 anos, estudante de comunicação, está a aprender a
observar uma região com o olhar atento aos factos. Acredita no
jornalismo de proximidade e na importância de servir as pessoas através
da boa informação.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here