Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Quarta-feira, Julho 28, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes/Autárquicas | CDU regista preocupações em Amoreira e Rio de Moinhos

No passado sábado, dia 1 de julho, o candidato da CDU à Câmara Municipal de Abrantes, Luís Lourenço, acompanhado pelo eleito da CDU na Assembleia de Freguesia da Rio de Moinhos, José Afonso, visitou a aldeia da Amoreira (Rio de Moinhos, Abrantes) a convite de alguns moradores.

- Publicidade -

Em nota de imprensa, a CDU refere que os moradores “queixam-se do abandono da aldeia por parte da Câmara Municipal de Abrantes mas também por parte da Junta de Freguesia de Rio de Moinhos”.

“As queixas são várias. Em primeiro lugar algumas estradas têm ao lado barreiras íngremes, sem qualquer protecção constituindo um perigo para quem nelas circula, quer a pé, quer em qualquer meio de transporte. O mínimo descuido pode significar um acidente com consequências greves”, refere a mesma nota.

- Publicidade -

Por outro lado, acrescentam, “os moradores queixam-se da não existência de um eficiente sistema de escoamento de águas pluviais o que provoca a degradação e erosão de vias de circulação bem como das barreiras que sustentam as habitações, existindo algumas com aparente perigo de derrocada”.

No âmbito desta visita, a CDU refere que “outra das queixas é o estado de degradação de uma pequena ponte em alvenaria que atravessa a ribeira da aldeia. Esta ponte permite que os moradores se desloquem mais facilmente às suas hortas mas também que tenham acesso mais facilitado ao campo de futebol e ao cemitério. A corrente da ribeira durante os invernos arrastou parte da ponte, encontrando-se a mesma remendada há anos com tábuas de madeira, as quais já estão em avançado estado de degradação, o que põe em perigo quem ali circula, sem que por parte das entidades competentes haja uma solução para a sua reparação”.

Por último, conclui, “os moradores da Amoreira mostraram grande preocupação com o facto da aldeia estar praticamente toda rodeada por plantações de eucaliptos, sem que haja uma eficiente limpeza dos matos o que representa um autêntico barril de pólvora para a segurança da população e dos seus bens”.

A CDU comprometeu-se com a população em colocar estas questões nos órgãos autárquicos onde está representada, tendo feito notar que, entretanto,a vereadora da CDU, Ricardina Lourenço, já colocou estas questões em reunião de Câmara ao Vice Presidente João Gomes, que “respondeu que iriam ver o que se passava mas que muitas dessas questões teriam que ser respondidas pela Junta de Freguesia de Rio de Moinhos uma vez que existiam protocolos de transferência de competências”, finaliza.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome