Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Sábado, Setembro 18, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Abrantes/100 anos: Escultura reforça marca cultural Charters de Almeida

“A Celebração do Tempo. Portas de Abrantes. Marco” é a designação da escultura alusiva ao centenário da cidade da autoria de Charters de Almeida e que vai ser hoje inaugurada, às 19:00.

- Publicidade -

Instalado na rotunda do Quartel, na cidade de Abrantes, o conjunto escultórico celebra a elevação de Abrantes a cidade, mas também “o tempo e a condição das pessoas que fazem a cidade”, destaca a Câmara de Abrantes, em nota de imprensa.

Concebida pelo escultor Charters de Almeida, “o seu enquadramento foi trabalhado em função da envolvência do espaço, como as habitações, outras construções, ou mesmo a própria via que circunda o espaço”, pode ler-se na mesma nota.

- Publicidade -

“O autor estudou todo o espaço envolvente à rotunda e a confluência das vias de circulação, incluindo a principal avenida de entrada e saída da cidade, Avenida das Forças Armadas. Remete para várias leituras aos olhos de quem entra e sai da cidade”.

Toda a estrutura da escultura, com uma altura máxima de 15 metros para garantir a sua visibilidade, é trabalhada em aço “corten” – com propriedades anticorrosivas e, portanto, resistente ao tempo -, é revestida de uma simbologia de transporte a memórias intemporais.

O conjunto escultórico inclui uma peça que se aponta como uma “Cápsula do Tempo” que a partir do presente ano passará a ter inscrito o nome do primeiro bebé de cada ano nascido na cidade de Abrantes. Será uma memória viva de quem vai construir a cidade nos próximos 100 anos.

Três empresas locais têm estado a trabalhar o conjunto escultórico e a sua implantação – MOMsteel; EMPEVE e Firmino Fernandes Bispo -, pelo que todo “o processo está também a deixar valor na economia local”, destaca a autarquia.

Charters de Almeida foi também o autor do conjunto escultórico designado “Cidade Imaginária”, localizado na margem norte do Aquapolis, junto ao rio Tejo, desde o ano de 2009.

O escultor, com obras em Portugal, Estados Unidos, Canadá e Itália, entre outros países, foi diversas vezes premiado em concursos públicos nacionais e internacionais e está representado em museus, fundações e coleções particulares em Portugal e noutros países.

A inauguração da escultura ocorre esta terça-feira, dia 14 de junho, às 19:00, dia em que se assinala a elevação dos 100 anos de Abrantes a cidade.

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Faça o seu comentário, por favor!
O seu nome