Apoie o jornalismo que fazemos,
junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Domingo, Julho 25, 2021

Apoie o jornalismo que fazemos, junte-se à nossa Comunidade de Leitores

- Publicidade -

Trincanela

Abrantes/100 anos: CARTA ABERTA de José Amaral à presidente de Câmara

Pela data que Abrantes assinala na condição de cidade, e pelos 100 anos de uma cidade plural e democrática, publicamos a missiva que José Amaral, insigne e ilustre abrantino entregou hoje em mãos na Câmara Municipal de Abrantes, a propósito dos 100 abrantinos que vão ser homenageados a 14 de junho. Publicamos também, a listagem das 100 entidades e personalidades a homenagear no dia 14 de junho, em listagem aprovada em sessão de Assembleia Municipal de Abrantes.

- Publicidade -

CARTA ABERTA À SENHORA PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE ABRANTES

Exmª Senhora

- Publicidade -

Presidente da Câmara Municipal de Abrantes

Dirijo-me a V. Exª, mas, por seu intermédio, fundamentalmente, a todos os Munícipes, Cidadãos do Concelho de Abrantes, que mui dignamente representa.

Venho muito simplesmente secundar, aderir e solidarizar-me com os apelos feitos pelo Exmº Presidente da Delegação de Abrantes da Ordem dos Advogados, o meu Ilustre Colega e Amigo, Dr. Santana Maia Leonardo, no sentido de que, nas celebrações do Centenário da Elevação de Abrantes a Cidade, se atribua, a título póstumo, ao Dr. Eurico Heitor Consciência a distinção que ele merece.

O Dr. Eurico Heitor Consciência foi, por assim dizer, porque é verdade, meu “companheiro de jornada”, durante os últimos quarenta anos, desde que, em 1976, comecei a exercer a Advocacia.

Mas não é por razões pessoais que me associo à iniciativa tomada pelo Dr. Santana Maia Leonardo.

Faço-o porque entendo que o peso do Dr. Consciência, ao longo de mais de cinquenta anos, em Abrantes, desde 1964, nos plano pessoal, cívico e político, deixou no Concelho marca digna de nota.

Concordando-se ou discordando-se, é alguém que a Cidade e o Concelho não vão esquecer.

Logo nos primeiros tempos, foi o dinamizador das Jornadas Culturais, que só de longe acompanhei, porque estava então em Coimbra.

Trouxe cá o Manuel Freire e o Zeca Afonso! Antes do 25 de Abril, um acto de coragem, que era coisa que não lhe faltava.

Foi também um dos dinamizadores da ARA – Associação para o Desenvolvimento da Região de Abrantes, que chegou a desenvolver algumas acções importantes, de âmbito regional, introduzindo pela primeira vez a ideia do Triângulo Abrantes – Tomar – Torres Novas, embora após o 25 de Abril se tenha dissolvido.

Falando do passado, que os mais novos não conhecem, é também de salientar o excelente trabalho que levou a cabo como Director do jornal semanário “Correio de Abrantes”, coordenando uma excelente equipa.

Fundou, em 1974, com o também já falecido Senhor Manuel Dias, a Secção de Abrantes do Partido Socialista, do qual se afastou, porém, em 1976.

Depois, foi o que se sabe. Advogado brilhante, com projecção a nível nacional, tendo chegado a ser Vice-Presidente do Conselho Superior da Ordem dos Advogados, foi também, durante sete anos, Professor do Pólo de Abrantes da Universidade Internacional, tendo ainda publicado diversas obras jurídicas, nas áreas em que era especialista, dos acidentes de viação  dos seguros, e tendo colaborado regularmente, depois de ter fechado o “Correio da Abrantes”, ainda nos anos 70 do Século XX, em quase todos os principais órgãos da imprensa local e regional.

E era um homem íntegro!

A sua memória perdurará, seguramente. E não rpecisa da distinção da Medalha e do nome duma rua. Abrantes é que precisa de o homenagear, fazendo-lhe Justiça.

José Amaral, Advogado

Abrantes, 6 de Junho de 2016

Listagem das entidades e personalidades a homenagear dia 14 de junho de 2016 por ocasião do centenário de Abrantes/Cidade

1 Montepio Abrantino
2 Liga Portuguesa Contra o Cancro
3 Associação Vidas Cruzadas
4 Liga dos Amigos do Hospital
5 Santa Casa da Misericórdia de Abrantes
6 Bruno Neto
7 Pe. José da Graça
8 Luis Filipe Moura Neves Fernandes
9 António José Contente
10 Augusto Silva Martins
11 Junta Regional de Portalegre Castelo Branco
12 Associação de Geminação de Abrantes
13 Palha de Abrantes – Associação de Desenvolvimento Cultural
14 Helena Bandos
15 Sociedade Filarmónica de Educação e Beneficiência Riomoinhense
16 Sociedade Instrução Musical Rossiense
17 Banda de Alvega
18 Sociedade Artística Tramagalense
19 Orfeão de Abrantes
20 A. Teixeira – Escola de Música
21 Rancho Folclórico do Pego
22 Núcleo Médio Tejo – Ordem dos Arquitectos
23 Eduardo Campos
24 Santos Lopes
25 Duarte CastelBranco
26 José Alberto Marques
27 Maria Lucília Moita
28 Sport Abrantes e Benfica
29 Amadores de Pesca de Abrantes
30 Clube Desportivo os Patos
31 Clube Náutico de Abrantes
32 CHMT – Unidade de Abrantes
33 Tramagal Sport União
34 Dragões de Alferrarede
35 Sporting Clube de Abrantes
36 União Desportiva Rossiense
37 Manuel Faria
38 José Lourenço
39 Coronel Vasco Ramirez
40 Francisca Laia
41 Tiago Aperta
42 Susana Estriga
43 Santinho Mendes
44 Ricardo Alves
45 Jornal de Abrantes
46 Rádio Antena Livre
47 Jornal de Alferrarede
48 Jornal Nova Aliança
49 Agrupamento de Escolas N.º 2
50 Agrupamento de Escolas N.º 1
51 Colégio Nossa Sra. De Fátima
52 UTIA
53 CRIA
54 ESTA
55 EPDRA
56 UTIT
57 Associação de Agricultores de Abrantes
58 Associação Comercial e Serviços de Abrantes, Mação e Sardoal
59 SOFALCA
60 PEGOP
61 Vitor Guedes SA
62 Mitsubishi
63 Casal da Coelheira
64 SAOV
65 FRASAM
66 RSA
67 oke Tilner
68 Vieira & Alves
69 TRM
70 MOMSTEEL
71 Manuel Lopes de Sousa
72 Eduardo Duarte Ferreira
73 Cidade de Ribeira Brava
74 Cidade de Hitoyoshi
75 JF Aldeia do Mato e Souto
76 JF S. João, S. Vicente e Alferrarede
77 JF Alvega e Concavada
78 JF   Bemposta
79 JF  Martinchel
80 JF Mouriscas
81 JF  Pego
82 JF Rio de Moinhos
83  Rossio ao Sul do Tejo e S. Miguel
84 JF  São Facundo e Vale das Mós
85 JF  Tramagal
86   JF Fontes
87   JF Carvalhal
88 José Bioucas
89 Humberto Lopes
90 Nelson Carvalho
91 António Bandos
92 Dr. José Vasco
93 Jorge Lacão
94 Nelson Madeira Baltazar
95 Otávio  Félix de Oliveira
96 Eduardo de Almeida Catroga
97 Maria de Lourdes Pintassilgo
98 Exército Português
99 Bebé do Centenário
100 Centenário

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

- Publicidade -
- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here